Ernesto Rodrigues/AE - 22/7/2011
Ernesto Rodrigues/AE - 22/7/2011

Muricy Ramalho irritado com 'ausência' de Neymar e Ganso no Santos

Equipe ocupa a zona de rebaixamento e técnico começa a perder a paciência com vida social de suas estrelas

estadão.com

18 de agosto de 2011 | 18h09

SANTOS - A condição de celebridade da dupla Neymar e Paulo Henrique Ganso começa a incomodar o técnico Muricy Ramalho - cada vez mais pressionado no Campeonato Brasileiro. Perto de estourar com a situação do Santos, agora na zona de rebaixamento (17.º), o comandante cobra mais comprometimento dos meninos com a equipe.

Após a derrota de virada (3 a 2) na Vila para o Coritiba quarta-feira, Muricy vai acabar com o tititi das gravações de comerciais e aparições em programas de tevê de seus dois principais astros. O momento é de concentração total na competição.

O treinador não citou nomes, mas nas entrelinhas de suas declarações  relaciona a posição do Santos no Brasileiro com a vida badalada de Neymar e Ganso. O atacante ainda tem jogado bem, mesmo com sua agenda repleta de compromissos. O problema de Ganso é pessoal, até com seu irmão ele brigou. “Não gosto de falar individualmente, mas não é o Ganso o único problema do time. O Santos não está jogando bem. Relaxamos. Temos de voltar a nos concentrar para recuperar o brilho da Libertadores.”

Ganso, ultimamente, só pensa em sua transferência para o futebol europeu. Neymar, além de ter na cabeça as altas cifras do Real Madrid, também passou a ter vida social agitada. Gênio da bola, ele anda aparecendo cada vez menos pelo que faz em campo e cada vez mais em outros cenários. Tudo começou a um ano, com a chegada da fama. E agora a coisa parece insustentável.

Quase todo dia é possível ver Neymar dando as caras em algum evento fora do futebol, ligado a seus patrocinadores ou a situações que podem trazer mais dinheiro para sua conta. Vale lembrar que os dois foram ‘liberados’ pelo presidente do clube, Luís Álvaro, como único forma de segurá-los na Vila.

Além de intermináveis sessões de fotos e gravações de comerciais, como a de uma marca de meias em que aparece de cuecas, o jovem prodígio divide seu tempo com participações em programas de televisão. Nos últimos dias, esteve em Malhação e no Caldeirão do Hulk, ambos da Rede Globo.

Neymar é garoto-propaganda de várias marcas, como Seara, Nextel, Tenys Pé, Lupo, o que acaba ocupando seu tempo de descanso. Para piorar, por ser um exemplo para os jovens, ele também é convidado a aparecer em alguns eventos. Um helicóptero virou seu meio de locomoção para não prejudicar os horários dos treinos no CT. Muricy não está gostando.

As propagandas também consomem o tempo de Ganso. Ele já apareceu dançando na tevê, participou de lançamento de boneco e de barbeador. Vai a São Paulo com frequência para encontros com Ronaldo e seus sócios da 9ine, empresa de marketing que explora sua imagem. “Dá para perceber que essa situação de vai-não-vai mexeu com a cabeça de alguns jogadores. Temos de voltar a nos concentrar no nosso trabalho”, cobra Muricy.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.