Ricardo Saibun/Divulgação
Ricardo Saibun/Divulgação

Muricy Ramalho leva ovada e confirma Alan Santos no clássico com Palmeiras

Jogadores santista festejaram o aniversário do técnico, que completou 57 anos

Ciro Campos, Agência Estado

30 de novembro de 2012 | 12h13

SANTOS - Com o Santos já em clima de final de temporada e sem grandes objetivos a buscar nesta rodada derradeira do Campeonato Brasileiro, o técnico Muricy Ramalho comemorou 57 anos nesta sexta-feira, dia em que acabou sendo "vítima" de uma brincadeira de alguns jogadores do elenco, no CT Rei Pelé, e confirmou o time titular que enfrentará o Palmeiras, neste sábado, às 19h30, na Vila Belmiro.

O treinador foi surpreendido com uma ovada dada por Neymar, Edu Dracena, Léo e Bill enquanto concedia entrevista coletiva, na qual garantiu a escalação do garoto Alan Santos, de 21 anos, no lugar do titular Adriano, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Revelado pelas categorias de base do Vitória, da Bahia, Alan Santos já havia treinado como titular na última quinta-feira e mostrou estar agradando a Muricy Ramalho com o seu futebol. "O Alan vai ter uma oportunidade no meio-de-campo. É um garoto que a gente vai começar a usá-lo mais", adiantou o comandante.

O comandante também confirmou nesta sexta a escalação do Santos no esquema 4-4-2, com Felipe Anderson e Pato Rodriguez no meio-campo e Neymar e Miralles formando a dupla de ataque. No treino de quinta-feira, o treinador fez mistério ao escalar 12 jogadores no time titular. Naquela equipe estava o garoto Victor Andrade, de 17 anos, que deverá ficar como opção de banco diante dos palmeirenses.

O jogo contra do Palmeiras irá marcar também a volta de Neymar, que não atuou diante do Corinthians, no último sábado, no Pacaembu, por estar suspenso. Já o atacante André terá de cumprir suspensão por ter recebido o terceiro cartão amarelo diante dos corintianos.

Desta forma, o Santos deverá ir para campo neste sábado com a seguinte formação: Rafael; Bruno Peres, Bruno Rodrigo, Durval e Juan; Arouca, Alan Santos, Felipe Anderson e Pato Rodriguez; Neymar e Miralles.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.