Muricy Ramalho reforça voto de confiança em Adriano

Técnico diz que o atacante só tem esse espaço no São Paulo por 'sempre ter algo a mais' a fazer pelo time

Alan Rafael Villaverde, estadao.com.br

06 de março de 2008 | 10h20

O técnico Muricy Ramalho reforçou, após a vitória do São Paulo sobre o Audax por 2 a 1, o voto de confiança no atacante Adriano, autor dos dois gols do time tricolor na partida. Ele apóia o atacante em seu discurso e diz ter certeza que o jogador ainda vai render seu melhor no time.Veja também: São Paulo aposta na vontade e no exemplo para se acertar Adriano comemora gols e agradece o São Paulo Libertadores: Adriano desencanta e São Paulo vence o Audax"A gente parece que sente no jogador a vontade e determinação de um jogador. Ele brigou muito e fez o que costuma fazer: gols. A gente tinha uma expectativa muito grande em relação a ele", disse Muricy, fazendo referência aos problemas fora de campo que o atacante teve na capital nos últimos dias, quando chegou atrasado ao treino, viu seu carro envolvido em um acidente e brigou com funcionários do clube.Muricy lembrou, na entrevista coletiva após o jogo, que o voto de confiança ao atacante foi dado pelo seu histórico no futebol profissional. "No lugar que chegou o Adriano, ou o Fenômeno, o Gaúcho, ele sempre tem algo a mais. Eu acho que o Adriano se sentiu incomodado, e não pela multa, mas mais porque ele queria jogar bem e marcar gols. Ele foi multado porque sabe que não fez as coisas corretas, mas ele ficou mordido porque queria fazer gols", diz.Com os dois gols que marcou nesta quarta-feira, Adriano pôs fim a jejum de quatro jogos sem marcar gols. Ele está com seis gols anotados com a camisa do time tricolor, ao todo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.