Muricy Ramalho ressalta a importância da vitória no clássico

Técnico do São Paulo quer aproveitar a vitória contra o Palmeiras para embalar no Campeonato Brasileiro

Redação,

14 de julho de 2008 | 11h28

Em sétimo lugar com 17 pontos, a três da zona de classificação à Copa Libertadores, o São Paulo planeja agora embalar no Campeonato Brasileiro e encostar ainda mais nos líderes da competição. O técnico Muricy Ramalho destacou a importância do time ter vencido o clássico desse domingo contra o Palmeiras no Morumbi, jogo que, segundo ele, "dá moral para equipe".   "Se nos queríamos alguma coisa em termos de Campeonato esse era o jogo para buscar motivação, um lugar melhor na classificação e também pensar o título", afirmou Muricy, que ao final da 11.ª rodada viu o Flamengo manter a liderança na competição, nove pontos a frente. "Além de ganhar de um adversário tradicional, em um clássico, esse é o tipo de jogo que dá moral, ainda mais da forma que foi, com o nosso time melhor o tempo todo. Esse é o tipo do jogo que dá chance ao São Paulo", concluiu o técnico.   Se contra o Palmeiras a ordem era vencer para buscar pontos e motivação para as pretensões são-paulinas ao longo da competição, a próxima partida também será de grande importância para o time. Na quarta-feira, o São Paulo pega o quarto colocado Vitória, fora de casa. Os baianos têm 20 pontos e, neste momento, são adversários diretos na classificação.   PREOCUPAÇÃO Além da qualidade do adversário - segunda melhor defesa da competição e terceiro melhor ataque - o que pode atrapalhar ainda mais a vida do São Paulo no Barradão, são os desfalques da sua equipe. O atacante Aloísio tomou o terceiro cartão amarelo contra o Palmeiras e é desfalque certo. Ainda no ataque, Borges, também no clássico, teve uma luxação no cotovelo esquerdo e é outro que está fora da partida.   "Este campeonato é complicado, você perde muitos jogadores. Ele [Borges] é o nosso goleador mesmo, os outros são preparadores de jogadas. Faz muita falta", lembrou o técnico Muricy. "Esses desfalques são muito importantes. Embora a gente tenha um bom plantel, com certeza vamos sentir muito", completou.   Se no ataque são dois os desfalques, a defesa não fica por menos. Miranda e André Dias não jogam a próxima partida contra o Vitória. O primeiro se contundiu ainda na partida contra o Náutico e segue no departamento médico do clube. Já André Dias tomou o terceiro cartão amarelo e também está fora do confronto.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.