Muricy Ramalho ressalta o poder de superação do São Paulo

Única reclamação do técnico é sobre a falha defensiva no time no gol do Internacional

Carlos Alberto Fruet, do Estadão,

01 de outubro de 2007 | 08h47

Vitória da superação. Assim pôde ser denominado os 2 a 1 que o São Paulo fez no domingo no Internacional, no Beira-Rio. O técnico Muricy Ramalho não escondeu de ninguém que os jogadores sentiram o desgaste físico - a equipe correu muito e teve um complicado jogo contra o Boca Juniors, na última quarta-feira. Veja também: Classificação Últimos resultados / Próximos jogos Crônica do jogo: Inter 1 x 2 São Paulo "O time estava bastante cansado", entregou o treinador. "Conseguimos nos superar contra uma equipe que treinou a semana inteira e estava descansada." Além de ressaltar a garra de sua equipe, Muricy elogiou também o adversário, que atuou a maior parte do tempo com um jogador a menos - Índio foi expulso aos 22 minutos do primeiro tempo. "Conheço bem o Inter, pois é um time que já treinei. Eles jogaram com determinação e no primeiro tempo quase não tivemos chances de marcar." A única reclamação do técnico foi em relação à falha defensiva no gol do Internacional. "Tomamos um gol que não costumamos levar: na bola aérea." O goleiro Rogério Ceni, que salvou o gol de empate no fim, comemorou bastante o resultado. "Foi um jogo de muita luta, extremamente difícil, que temos de valorizar." Estrela O atacante Borges tem mostrado que tem estrela nos últimos jogos do São Paulo. Neste domingo, garantiu a vitória sobre o Inter ao marcar o gol da virada, o seu oitavo no Brasileiro - é o artilheiro do time. Foi no fim da partida, e de um jeito que ele não está acostumado: pelo alto, de cabeça. "O Romário também é baixinho e fez muitos gols de cabeça", lembrou. "O posicionamento que é importante, fico feliz por ter ajudado o São Paulo a conquistar mais uma vitória." No jogo de ida das oitavas-de-final da Copa Sul-Americana, há 12 dias, o time paulista perdia por 2 a 0, em Buenos Aires, quando Borges diminuiu no fim. O gol acabou sendo fundamental para a classificação do time paulista, já que venceu por apenas 1 a 0 na partida de volta, quarta-feira. Contra o Flamengo, na quinta-feira, no Maracanã, Borges deve fazer mais uma vez dupla de ataque com Dagoberto. Aloísio, que estava com dores na coxa direita e nem viajou para Porto Alegre, voltará a ficar no banco de reservas contra a equipe carioca. O líder do Brasileiro não vai contar com Miranda e Hernanes, suspensos.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.