Helvio Romero/AE
Helvio Romero/AE

Muricy Ramalho se despede do São Paulo e fala em viajar

'Quero agradecer à torcida, principalmente, porque foi fora de série comigo', disse o técnico

Gabriel Navajas, Jornal da Tarde

20 de junho de 2009 | 11h50

O técnico Muricy Ramalho se despediu do São Paulo e dos jogadores neste sábado, após acertar sua saída no dia anterior com a diretoria do clube. Após três anos e meio, ele conversou com os jogadores e funcionários do CCT da Barra Funda, na zona oeste da capital paulista, e apenas leu um comunicado aos jornalistas que estavam lá, agradecendo principalmente à torcida.

Veja também:

linkMuricy Ramalho falha e não se iguala ao mestre Telê

linkRicardo Gomes é o novo técnico do São Paulo

linkMuricy Ramalho não é mais treinador do São Paulo

forum VOTE: São Paulo acerta ao demitir Muricy Ramalho?

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

A DESPEDIDA

Muricy Ramalho: "Eu estou aqui só para me despedir, agradecer o São Paulo. Conversei com os jogadores, com a diretoria. Quero agradecer pela oportunidade de ter voltado pra cá, porque era um objetivo meu quando eu saí daqui [começo de 1997] e essa diretoria me deu essa oportudidade de voltar e ganhar e entrar pra história em relação ao tri brasileiro. Para mim é super importante".

"Quero agradecer à torcida, principalmente, porque foi fora de série comigo, sempre ao meu lado, sempre me dando força e por isso que eu nunca desisti das coisas, por isso que no ano passado ganhamos um título quase impossível de ser ganho".

"Eu não sou de fazer média com ninguém, mas o que eles me apoiaram... E até no úiltimo jogo, coisa que eu nem merecia. Quem tinha que estar se desculpando era eu, eles me apoiaram de novo. De coração, a toda torcida do São Paulo: o que vocês fizeram foi uma coisa que a gente não vai esquecer jamais".

"Por último, quero mandar um abraço a todos que conviveram aqui comigo durante esses três anos e meio. Alguns dias bons, outros não, mas coisa normal, cada um fazendo o seu trabalho, com todo o respeito, com opiniões às vezes diferentes, porque é assim que funciona, uma democracia. E pedir desculpas se às vezes eu ofendi alguém ou outro, porque às vezes eu passei um pouco da bola com alguns, mas é uma coisa natural. Agradeço e daqui a pouco a gente se encontra".

FUTURO

"Eu vou descansar um pouco, porque é o que eu mais quero. Não é fácil. Daqui a pouco vem outra batalha e a gente tem de estar pronto. E é o que eu vou fazer. Não sei se vou viajar porque não sou muito de viajar. Devo ficar perto aqui de São Paulo pra descansar um pouco e, para não perder o costume, ver um pouco de futebol. Obrigado de coração, principalmente à torcida do São Paulo."

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FCMuricy Ramalho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.