Muricy Ramalho terá semana decisiva no São Paulo

Presidente Juvenal Juvêncio decidirá se o treinador continuará no comando do clube para o Brasileirão

Marcius Azevedo, Jornal da Tarde

26 de maio de 2008 | 10h10

A semana promete ser decisiva para o técnico Muricy Ramalho no comando do São Paulo. Enquanto ele irá trabalhar com o elenco para o clássico contra o Santos, no próximo domingo, na Vila Belmiro, o presidente do clube, Juvenal Juvêncio, decidirá seu futuro fora dele. Veja também: Sob vaias, São Paulo empata com o Coritiba pelo Brasileirão Após pensar nos últimos quatro dias, descansando em sua fazenda no interior paulista, Juvenal Juvêncio ainda não decidiu se irá manter Muricy no cargo. Mas terá que fazê-lo caso não encontre um nome à altura para assumir o São Paulo. Na entrevista coletiva após o empate contra o Coritiba, Muricy não quis falar sobre o assunto. Questionado sobre se havia conversado com Juvenal Juvêncio para saber se fica, algo que fez no ano passado após ser eliminado da mesma Libertadores, o técnico afirmou que "agora é outra situação". Depois, ao ser questionado sobre o período de reflexão que o dirigente fez em sua fazenda, Muricy respondeu que Juvenal Juvêncio sempre viaja para lá. Por fim, ele afirmou que "irá continuar trabalhando para melhorar o time do São Paulo já para o jogo contra o Santos". Em relação ao empate com o Coritiba, Muricy disse que o time realmente sentiu bastante por causa da eliminação na Libertadores. "Eu tentei conversar com o grupo, falei com eles na concentração no sábado, mas é difícil você mudar o pensamento do jogador. Eu sabia que seria um jogo duríssimo para gente neste domingo", admitiu.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FCMuricy Ramalho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.