Paulo Pinto/AE
Paulo Pinto/AE

Muricy reclama de partida do São Paulo às 15h45

Treinador afirma que partida durante a tarde contra o Guaratinguetá afastará a torcida do Morumbi

Agencia Estado

24 de março de 2009 | 17h22

SÃO PAULO - A decisão da Federação Paulista de Futebol em marcar o jogo entre São Paulo e Guaratinguetá, no Estádio do Morumbi, para às 15h45 do dia 2 de abril irritou o técnico Muricy Ramalho. Para ele, a realização de uma partida na tarde uma quinta-feira prejudicará o torcedor.

Veja também:

linkFPF define programação da 18.ª rodada do Paulistão

linkRicharlyson espera oportunidade no São Paulo em Bauru

linkVolante Jean avisa que São Paulo precisa melhorar o passe

tabela Campeonato Paulista - Tabela e resultados

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão 

"Estão punindo o torcedor, assim como fizeram ao marcar três jogos nossos às 21h45 de uma quinta-feira. Durante a tarde as pessoas ainda estão trabalhando e não tenho a menor dúvida de que se o jogo fosse num horário mais habitual, às 20h30 por exemplo, o estádio receberia muito mais gente", reclamou.

No Campeonato Paulista, o São Paulo enfrentou Ponte Preta, Oeste e Mirassol às 21h45 em uma quinta-feira. O horário esdrúxulo afastou o torcedor do jogo e o Estádio do Morumbi ficou vazio nos três duelos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.