Muricy tem dúvida no meio-de-campo

Apesar de ter todo elenco à sua disposição, o técnico Muricy Ramalho não quis definir a escalação para o jogo diante do Grêmio, domingo à tarde, no Estádio Olímpico, em Porto Alegre, pelo Campeonato Brasileiro. A tendência, porém, é que mantenha o esquema 4-4-2 e a mesma base que empatou com o Boca Juniors, na Argentina, mas acabou eliminada da Taça Libertadores da América. A principal dúvida estaria no ataque para definir o companheiro de Fabrício Carvalho. Como sentiu dores musculares, Euller foi poupado dos treinos de quinta-feira, mas já treinou normalmente pela manhã de sexta-feira, quando houve um treino tático seguido de coletivo. Warley e Somália estão na expectativa de entrar. No meio-de-campo, além das presenças certas dos volantes Marcelo Mattos e Mineiro, está confirmada a presença do meia Gilberto. A quarta vaga pode ser preenchida por outro volante, Fábio Santos, ou então por outro meia: Mateus ou Lúcio Flávio. Muricy aproveitou as excelentes opções para fazer do mistério uma arma para atrapalhar o adversário. "Estou ainda pensando em como jogar. Daí vou analisar qual jogador é melhor, mas naturalmente, não vou divulgar nada para não entregar o ouro ao bandido" , comentou o técnico. Os jogadores participaram do último treino, provavelmente um recreativo, neste sábado pela manhã. À tarde, a delegação segue para Porto Alegre. A ordem é esquecer a eliminação na Taça Libertadores e se concentrar no Campeonato Brasileiro. Com 11 pontos, o São Caetano ocupa a nona posição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.