Muricy terá conversa com Denilson após nova expulsão

O técnico Muricy Ramalho está incomodado com a quantidade de partidas que Denilson não atua por causa de suspensões e prometeu dar um puxão de orelhas no volante. "Ele pediu desculpa no vestiário, mas nesse quesito tem de melhorar bastante", explicou o comandante do São Paulo, após a expulsão do jogador ainda no primeiro tempo da vitória por 1 a 0, sobre o Bahia, domingo, em Salvador.

AE, Agência Estado

21 de outubro de 2013 | 08h04

Só para se ter uma ideia, Denilson teve no domingo a sua terceira expulsão no Campeonato Brasileiro. Soma-se a isso uma suspensão por acúmulo de cartões amarelos, o que dá quatro jogos como desfalque no São Paulo em 30 rodadas disputadas. "Isso atrapalha muito. Um jogador que tem a categoria dele não precisa dar pontapé. Ele tem muita qualidade", afirmou Muricy.

O treinador garantiu que vai falar com o volante para que ele não tome mais tantos cartões. "Vou conversar com ele, é um profissional e não existe esse negócio de cabeça quente. Ele é um dos volantes diferentes do futebol", disse Muricy, ciente de que a expulsão de Denilson prejudicou o São Paulo durante o jogo disputado na Arena Fonte Nova, em Salvador.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCMuricy

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.