Muricy testa garoto na lateral e reforça marcação

Ainda sem contar com Ganso, que não treina com os companheiros desde a eliminação da semana passada na Libertadores, o técnico Muricy Ramalho resolveu reforçar a marcação no meio-de-campo do Santos, armando o setor com Henrique, Adriano, Arouca e Elano durante o treino desta quinta-feira. Além disso, ele testou o garoto Wesley Douglas, revelado nas categorias de base do clube, como lateral-direito titular.

SANCHES FILHO, Agência Estado

28 de junho de 2012 | 17h56

Além de não contar com Ganso, que faz um trabalho de recuperação física e não tem data para voltar ao time, Muricy ficou sem Alan Kardec - voltou ao Benfica após o fim do empréstimo. Assim, o esquema ficou mais defensivo, deixando apenas Neymar e Borges no ataque. Para completar, o treinador colocou o volante Henrique, que estava improvisado na lateral, em sua posição de origem, abrindo espaço para Wesley Douglas.

A lateral direita tem sido o maior problema de Muricy nos últimos tempos. Entre os jogadores da posição no elenco santista, Fucile e Galhardo se recuperam de contusão, enquanto Maranhão não tem a confiança do treinador. Assim, pode surgir uma chance para Wesley Douglas, que acabou de completar 19 anos - fez aniversário no último sábado - e vem se destacando nos trabalhos nas categorias de base do clube.

Pelo treino realizado na tarde desta quinta-feira, no CT Rei Pelé, o time do Santos para jogar no domingo, contra a Portuguesa, no Canindé, em São Paulo, pela sétima rodada do Brasileirão, deve ser o seguinte: Rafael; Wesley Douglas, Edu Dracena, Durval e Léo; Adriano, Henrique, Arouca e Elano; Neymar e Borges.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCMuricy

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.