Muricy veta empolgação após boa estreia do Palmeiras

Escaldado pela decepção no Campeonato Brasileiro de 2009, o técnico Muricy Ramalho vetou qualquer empolgação com a goleada do Palmeiras sobre o Mogi Mirim, por 5 a 1, no sábado, na estreia da equipe no Campeonato Paulista.

AE, Agencia Estado

17 de janeiro de 2010 | 11h33

"Sabemos que não podemos nos empolgar. Falta muito ainda, principalmente na nossa parte física. Não dá para um time de futebol treinar só sete dias para jogar uma competição como essa", afirmou o treinador, que ainda espera reforços no time para a sequência da temporada.

Muricy, no entanto, ficou satisfeito com a vitória, que empolgou a torcida no Palestra Itália. "O que eu mais gostei foi que a equipe aguentou bastante. Melhoramos muito no passe com o Márcio [Araújo]", destacou o treinador, que também elogiou a disciplina tática dos seus jogadores.

"Tivemos um desenho tático que foi obedecido pelos jogadores. Eles atuaram bastante pelos lados do campo, principalmente o Cleiton Xavier e o Deyvid Sacconi. Os dois volantes dominaram na intermediária. Deu para ver que o time estava muito seguro. Mas não podemos nos entusiasmar", ressaltou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.