Andres Stapff/Reuters
Andres Stapff/Reuters

Muriel sofre fratura na mão e não joga mais pelo Fluminense em 2019

Goleiro vai perder os últimos seis jogos da equipe no Brasileirão; Agenor será o titular

Redação, Estadão Conteúdo

12 de novembro de 2019 | 16h21

O Fluminense terá um desfalque muito importante na sua luta contra o rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta terça-feira, o clube carioca anunciou que foi diagnosticada uma fratura na mão esquerda do goleiro Muriel e que ele não terá condições de se recuperar a tempo de voltar a jogar no restante do Brasileirão - são seis rodadas, a começar contra o Atlético-MG, neste sábado, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

"O goleiro Muriel sofreu uma fratura na mão e não joga mais esse ano. Em exame realizado na manhã desta terça-feira, foi detectada a fratura no primeiro metacarpo da mão esquerda, que afastará o camisa 27 das rodadas finais do Campeonato Brasileiro", disse o Fluminense em nota oficial.

Na reapresentação dos jogadores, nesta terça-feira, no CT Pedro Antônio, Muriel relatou muitas dores e a mão dele ainda estava inchada. O departamento médico tricolor se reuniu com a comissão técnica para tratar do caso e o goleiro passou por exames, que confirmaram a fratura.

Muriel sentiu a lesão aos 29 minutos do primeiro tempo da partida contra o Internacional, no último domingo, em Porto Alegre - derrota por 2 a 1. Ele, inclusive, continuou no jogo apesar das dores e no intervalo chegou a reconhecer a falha no primeiro gol de William Pottker por conta das dores na mão. "Me choquei com o Guerrero no início do jogo e doeu um pouco a mão, mas nada preocupante. Soltei uma bola que prejudicou nosso time. Estávamos bem na partida", disse na ocasião.

O reserva imediato é Agenor e o técnico Marcão tem Marcos Felipe como opção. Desde que foi contatado, em 5 de julho, Muriel assumiu a titularidade - soma 25 jogos com 27 gols sofridos.

Com 34 pontos, o Fluminense é o atual 17.º colocado, dentro da zona de rebaixamento. O Cruzeiro, com um a mais, é o primeiro time fora da degola. Além do Atlético-MG, os jogos do time tricolor até o final do Brasileirão são contra CSA (fora), Palmeiras (casa), Avaí (fora), Fortaleza (casa) e Corinthians (fora).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.