Muriqui diz que confia em evolução do Atlético-MG

Autor do gol que salvou o Atlético-MG da derrota para o Ipatinga neste domingo, em jogo válido pela terceira rodada do Campeonato Mineiro, o atacante Muriqui é um dos que acreditam na evolução do time neste início de temporada. Confiante no trabalho do técnico Vanderlei Luxemburgo, o jogador afirmou que ainda falta "ritmo de jogo", algo que só virá com o tempo.

AE, Agencia Estado

08 de fevereiro de 2010 | 17h33

"Nosso time ainda está um pouco preso, como diz o professor (Luxemburgo). Precisamos de mais ritmo de jogo para melhorar ainda mais e, só com ritmo de jogo, vamos ter a sequência que ele deseja", disse Muriqui. "Acredito que a gente tem muito a crescer e vamos dar muitas alegrias para a torcida do Atlético", garantiu o atacante, que se destacou atuando pelo Avaí no ano passado.

Além do empate suado por 1 a 1, o jogo deste domingo marcou a estreia de Obina no Atlético. Para encaixar o novo reforço na equipe, Luxemburgo optou por um esquema com três atacantes, mantendo o autor do gol e Diego Tardelli na frente. Para Muriqui, o time foi bem no primeiro tempo, mas teve dificuldades na etapa final por estar em desvantagem no placar.

"Foi bom. O primeiro tempo, principalmente. A gente conseguiu criar algumas oportunidades, só que não concluímos bem em gol. No segundo tempo, devido ao gol que a gente sofreu logo no começo, ficou mais difícil, mas conseguimos reagir e empatar o jogo", afirmou o atacante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.