Museu do Fluminense conta a história do futebol e do Brasil

Local tem seções temporárias, que já exibiram a conquista do tetracampeonato brasileiro

Andreza Galdeano, O Estado de S.Paulo

07 de junho de 2016 | 11h49

Um pouco da história do futebol e do Brasil é contada no Museu Interativo do Fluminense, espaço destinado às conquistas do tricolor carioca, no Estádio das Laranjeiras. O torcedor começa o tour através de um grande porta-retrato digital que exibe a galeria de ex-presidentes do clube. Logo depois, encara um enorme pôster que retrata uma das primeiras equipes do time, de 1904.

Continuando a 'viagem', tem-se acesso a uma galeria de gigantes, onde o destaque vai para um dos jogadores mais importantes do Flu, Oswaldo Gomes, autor do primeiro gol da seleção brasileira e, ainda, recordista de títulos cariocas entre os anos de 1906 e 1919.

Na sala de troféus existem depoimentos de diversos ex-jogadores e torcedores ilustres. Para quem quiser saber um pouco mais de cada detalhe da história do Fluminense, basta fazer um movimento com as mãos para acessar linha do tempo interativa, contando a história do clube. Peças como chuteiras, taças, medalhas, camisas e bolas também estão expostos. A bola do primeiro jogo disputado pela seleção em 1914, no estádio da equipe, é uma das relíquias do museu. O memorial também conta com seções temporárias, que já homenageou Nelson Rodrigues, ilustre escritor e dramaturgo, exibiu a conquista do tetracampeonato brasileiro em fotos e retratou a relação do Flu com a seleção.

O torcedor também vai encontrar um espaço reservado, no mosaíco fixo que apresenta fotos das arquibancadas. O horário de funcionamento é de terça a sexta, das 9h às 17h, sábado das 9h às 15h e domingo das 9h às 13h. A entrada custa R$ 15, sendo que sócios, menores de 12 anos e maiores de 60 anos não pagam ingressos.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.