Mustafá cobra o time do Palmeiras

O presidente do Palmeiras, Mustafá Contursi, deu um recado bem claro para que o diretor de futebol Sebastião Lapola repassasse ao grupo: a vitória diante do ASA, de Arapiraca, nesta quarta-feira, às 20h30, no Palestra Itália, pela Copa do Brasil, não será nenhum feito extraordinário, mas apenas o cumprimento de uma obrigação dos jogadores. O dirigente não esconde, no entanto, ter receio. Um tropeço e a eliminação entrarão de forma negativa para a história palmeirense, podem acabar com a paz no clube e prejudicar seus projetos políticos.Leia mais no Estadão

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.