AE
AE

Mustafá volta a participar da diretoria do Palmeiras

Ex-presidente do clube nos tempos da Parmalat vai tomar conta do dinheiro

DANIEL BATISTA, Agência Estado

25 de abril de 2013 | 15h52

SÃO PAULO - O ex-presidente Mustafá Contursi volta a ter um cargo político no Palmeiras. Ele será um dos membros de uma assessoria criada pelo Conselho de Orientação e Fiscalização, o COF, criado com o intuito de ajudar a controlar as finanças do clube. O novo grupo de trabalho foi pensado a pedido do presidente Paulo Nobre. Maurício Precivalle e Genaro Marino, dois vices eleitos, serão os outros integrantes da comissão. A função do trio será basicamente ajudar a formalizar os balancetes e participar da gerência do orçamento anual do Palmeiras.

Quando fez campanha para ser eleito presidente do clube, Paulo Nobre teve de responder a muitas perguntas sobre a participação de Mustafá em sua gestão, caso fosse eleito. Nobre sempre disse que buscava no Palmeiras uma parceria com todas as facções políticas, e que poderia chamar presidentes e ex-dirigentes para ajudá-lo, como faz agora.

Desde que deixou a presidência do clube, Mustafá sempre foi acusado de continuar atuando nos bastidores. Paulo Nobre agora o oficializa num cargo importante. A criação do grupo foi resolvida na quarta-feira à noite, em reunião realizada na Academia de Futebol. O trio começa a trabalhar na semana que vem com a intenção de permanecer ativo até o fim da gestão de Paulo Nobre, em dezembro de 2014.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.