Na Alemanha, Amoroso volta à boa fase

Dois anos depois de virar uma estrela na Itália e ser comprado a peso de ouro pelo Parma, o atacante brasileiro Amoroso reencontrou o sucesso jogando na Alemanha. Com os cinco gols que fez em sete rodadas pelo Borussia Dortmund, ele divide a artilharia do campeonato com Van Lent, do Borussia Moenchengladbach e é ídolo da torcida.No final da temporada 98/99, com status de ter sido o artilheiro do Campeonato Italiano pela Udinese, Amoroso foi disputado por vários clubes grandes e acabou comprado pelo Parma por US$ 30 milhões.Mas uma série de contusões impediu que ele se firmasse no time e jogasse o futebol que mostrava na Udinese. A solução veio no começo desta temporada, quando o Borussia Dortmund se dispôs a pagar US$ 22 milhões por seu passe, concretizando a transação mais cara da história da Bundesliga.No clube alemão, o brasileiro encontrou um parceiro à altura de seu futebol técnico no jovem meia checo Tomas Rosicky, um armador talentoso e de grande visão de jogo. Foi do entendimento entre os dois que nasceu o gol de Amoroso no empate de 1 a 1 com o Bayer Leverkusen, sábado. Rosicky fez um lançamento em profundidade nas costas dos zagueiros e o brasileiro ganhou na velocidade do zagueiro Lúcio antes de deslocar o goleiro Butt com um toque sutil.A partir do próximo sábado, quando o time jogará fora de casa contra o St. Pauli, Amoroso poderá ter a companhia de um brasileiro no ataque: o ex-corintiano Éwerthon, que começou a treinar com o elenco no domingo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.