Stringer/Reuters - 14/2/2012
Stringer/Reuters - 14/2/2012

Na altitude, Santos inicia caminhada rumo ao tetra

Time tem apenas três alterações em relação ao que conquistou o título do ano passado

Sanches Filho, Agência Estado

15 de fevereiro de 2012 | 07h17

SANTOS - O Santos inicia nesta quarta-feira na Bolívia a caminhada para a conquista do segundo título seguido, e o quarto de sua história, na Copa Libertadores. O jogo de estreia será contra o The Strongest, a partir das 19h45 (horário de Brasília), no Estádio Hernando Siles, nos cerca de 3.600 metros de altitude de La Paz. Será a 12ª participação santista na mais importante competição do futebol sul-americano. E a aposta será novamente no talento do jovem astro Neymar.

O time do técnico Muricy Ramalho, com três mudanças em relação ao que venceu a Libertadores no ano passado, carrega o peso de ter de confirmar a condição de campeão, mas conta com a enorme vantagem de ter Neymar, além de outros selecionáveis - o goleiro Rafael e o meia Ganso, por exemplo, foram convocados nesta terça-feira pelo técnico Mano Menezes para defender o Brasil. As novidades do Santos são o lateral-direito uruguaio Fucile, em substituição a Danilo, que foi para o Porto, o lateral-esquerdo Juan, que ocupa o lugar do contundido Léo, e o volante Henrique, na vaga do também contundido Adriano.

A estreia na Libertadores vai servir para o Santos mostrar se conseguiu apagar da memória o trauma provocado pela goleada por 4 a 0 sofrida diante do Barcelona na decisão do Mundial de Clubes, no dia 18 dezembro, em Yokohama, no Japão. Em razão do Mundial, o elenco santista foi o último a entrar em férias e a iniciar a pré-temporada, mais de duas semanas depois dos grandes clubes brasileiros. Assim, o time principal ainda está começando realmente a temporada 2012.

Até agora, o time principal do Santos só disputou três jogos do Campeonato Paulista - empate por 1 a 1 com Oeste, derrota por 2 a 1 diante do Palmeiras e vitória por 4 a 1 contra o Botafogo. Mas o zagueiro Edu Dracena, recuperado de problemas físicos, só estreia nesta quarta-feira na temporada. E ainda não se sabe como estão o atacante Borges e o zagueiro Durval, que ficaram fora da partida em Ribeirão Preto por causa das dores musculares.

O maior perigo para os santistas no jogo de estreia é a altitude, já que o The Strongest não repete no início desta temporada a boa campanha da conquista do Torneio Apertura do ano passado. Para diminuir o risco de efeito negativo de jogar em La Paz, a comissão técnica do Santos dividiu a viagem em duas etapas. Assim, a delegação ficará até o início da tarde desta quarta-feira em Santa Cruz de La Sierra e só seguirá para a capital boliviana, em voo fretado, poucas horas antes da partida.

"Tem jogador que sente mais do que outro a questão da altitude, mas acredito que, chegando em cima da hora do jogo, não teremos problema. E não quero que isso sirva de desculpa. Estamos bem preparados e prontos para jogar bem, principalmente porque a base do ano passado foi mantida, os jogadores se conhecem e estão entrosados", afirmou Muricy.

THE STRONGEST - Vaca;  Méndez, Soliz, Torrico e Ojeda; Lima, Parada, Chumacero e Pablo Escobar; Melgar e Wayar. Técnico: Mauricio Soria.

SANTOS - Rafael,  Fucile, Edu Dracena, Durval  e Juan; Henrique, Arouca, Elano e Ganso; Borges e Neymar.  Técnico: Muricy Ramalho.

Árbitro - Carlos Vera Orlando; Horário- 19h45; TV- Foxsports; Radio - Estadão ESPN (AM 700/FM 92,9) ; Local -  Estádio Hernando Siles (La Paz)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.