Na Arena Corinthians, torcida teme pênaltis por causa do metrô

Torcedores esperam vitória por mais de dois gols para não terem problemas com transporte público

Paulo Favero, O Estado de S. Paulo

03 Setembro 2014 | 22h11

Os torcedores corintianos estão apreensivos no Itaquerão. O time enfrenta o Bragantino em casa pela Copa do Brasil, mas se vencer por apenas 1 a 0, a decisão vai para os pênaltis. Isso implicaria fazer com que os torcedores saíssem mais tarde do estádio e eles poderiam perder o último trem do metrô, que sairá da estação Itaquera à meia-noite e meia. "Eu vim do Jabaquara e, se der pênaltis, será complicado. Tenho de fazer baldeação na Sé e não sei se poderei ver a partida até o fim", diz Ricardo Ferreira.

Ele confessa que foi pela primeira vez no estádio em um jogo marcado para iniciar às 22 horas. "Tudo vai depender de como estiver o jogo. Tomara que não vá para os pênaltis", diz.

Já Rodrigo Hussne pegou o metrô na estação Faria Lima e espera chegar a tempo de pegar a linha amarela na volta. "Esse estádio é bom porque fica próximo de uma estação de metrô, mas infelizmente ela não fica aberta tempo suficiente para todo mundo ir embora", afirma. "Acho que um jogo começar às 22 horas é muito tarde", continua.

Quem se deu bem foi Fabricio Santos, que foi ao estádio de carro com quatro amigos. Ele ganhou uma promoção do programa Fiel Torcedor e disponibilizaram gratuitamente para ele uma vaga no estacionamento. "A gente estava sempre vindo de metrô ou trem, lá da Vila Olimpia, mas hoje viemos de carro. Estamos tranquilos quanto ao horário", afirmou, emendando. "Estamos até pensando em ficar um pouco mais, tomando um negócio e esperando o pessoal sair."

Mais conteúdo sobre:
Corinthians Bragantino Copa do Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.