Rodrigo Coca/Divulgação
Rodrigo Coca/Divulgação

Na Arena Fonte Nova, em Salvador, Corinthians derrota o Bahia por 2 a 0

Alexandre Pato desecanta e marca os dois gols da vitória alvinegra no Brasileirão

GABRIELA FORLIN, Agência Estado

07 de julho de 2013 | 18h09

SÃO PAULO - O Corinthians venceu o Bahia por 2 a 0, neste domingo, na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, a primeira após a pausa para a disputa da Copa das Confederações. O time paulista alcançou os nove pontos, assumindo a oitava colocação, ao passo que a equipe nordestina estacionou nos oito pontos, ficando na 10.ª posição.

Neste recomeço de Brasileirão, um novo Corinthians entrou em campo com um time mais jovem, contando com Renato Augusto e Alexandre Pato na tentativa de recuperar o terreno perdido. Deu certo, apesar dos momentos de sufoco. Os seis pontos conquistados nas cinco primeiras partidas tornavam mais que necessária uma vitória, apesar de todos os problemas que o técnico Tite enfrenta, em especial a saída do volante Paulinho e as lesões.

Cinco veteranos ficaram fora do jogo: Alessandro, Paulo André, Danilo, Douglas e Emerson - os três últimos vão parar por três semanas. Nesse sentido, as notícias não são as melhores. No início do segundo tempo, Renato Augusto levou uma cotovelada de Souza e o departamento médico suspeita de fratura ou afundamento da face. O meia passará por exames assim que voltar para São Paulo.

Na próxima rodada, no domingo, às 16 horas, o Corinthians recebe o Atlético Mineiro, no estádio do Pacaembu. Também em São Paulo, mas nesta quarta-feira, às 21 horas, no estádio do Morumbi, o Bahia enfrentará o São Paulo em jogo adiantado da 11.ª rodada.

O JOGO - O primeiro tempo foi truncado até a metade por causa do excesso de faltas, especialmente no meio de campo. Aos 21 minutos, a equipe de Tite ainda não havia encaixado nenhuma ótima jogada. O lance mais expressivo aconteceu quando Romarinho puxou um contra-ataque, segurou a bola e esperou a chegada de Renato Augusto, que dominou e buscou o ângulo, mas o chute subiu muito. Enquanto isso, o Bahia ia realizando alguns lances perigosos pelas laterais e por pouco não abriu o placar. Aos 12 minutos, Anderson Talisca disparou pela direita, passou por Fábio Santos e cruzou com perigo, mas Fernandão chegou atrasado.

Apesar da atitude ofensiva dos mandantes, o momento de tensão só veio aos 28 minutos, quando o Bahia marcou, mas a arbitragem assinalou impedimento. Após cruzamento na área, Titi se antecipou à defesa e desviou para o gol, mas o zagueiro realmente estava à frente, impedido. O lance parece ter despertado o Corinthians, que conseguiu abrir o placar aos 33. Após lançamento preciso de Guilherme, Alexandre Pato dominou no peito, acertou a trave em chute travado por Madson e aproveitou o rebote para mandar para as redes.

O Bahia não quis ficar para trás e deu um susto no minuto seguinte. Uma cobrança de falta venenosa quase complicou Cássio, que soltou a bola no meio da área. Mas a defesa do Corinthians afastou o perigo e, daí em diante, o time paulistano assumiu o controle da partida e acertou a marcação na linha ofensiva. Aos 42 minutos, Romarinho levantou na área, a zaga afastou mal e Alexandre Pato emendou uma bomba de primeira, no ângulo esquerdo de Marcelo Lomba, para ampliar a vantagem.

A segunda metade da partida não trouxe grandes momentos, mas o Corinthians acabou se destacando mais. Aos 30 minutos, a equipe paulista já poderia ter definido de vez o jogo, mas desperdiçou dois contra-ataques, um com Guerrero e outro com Romarinho. O ponto negativo para o time foi a saída de Renato Augusto, que teve de ser substituído logo no início por conta de uma cotovelada brusca no rosto.

O Bahia só conseguiu levar mais um cartão amarelo, aparentando ter perdido o ritmo do primeiro tempo. Sem lances perigosos, os mandantes demonstraram atitude mais ofensiva apenas com Anderson Talisca, que arriscou de longe, mas Cássio caiu bem no canto direito e defendeu, e com Marquinhos, que tentou passe para Jussandro, mas a bola foi muito forte e saiu direto pela linha de fundo. O time paulista não fez grande coisa, mas o Bahia tampouco conseguiu buscar a reação.

FICHA TÉCNICA

BAHIA 0 x 2 CORINTHIANS

BAHIA - Marcelo Lomba, Madson, Titi, Lucas Fonseca e Raul (Jussandro); Fahel, Fabrício Lusa, Rafael Miranda, Talisca e Marquinhos; Fernandão (Souza). Técnico: Cristóvão Borges.

CORINTHIANS - Cássio, Edenílson, Gil, Chicão e Fábio Santos; Ralf, Guilherme, Renato Augusto (Ibson) e Romarinho (Maldonado); Alexandre Pato (Léo) e Guerrero. Técnico: Tite.

GOLS - Alexandre Pato, aos 33 e aos 42 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Fabrício Lusa e Rafael Miranda (Bahia).

ÁRBITRO - Péricles Bassols Pegado Cortez (Fifa/RJ).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoCorinthiansBahia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.