Sport supera o Vasco e assume ponta de forma provisória do Brasileiro

Cruzmaltino se afunda ainda mais na zona de rebaixamento

MONICA BERNARDES, Especial para O Estado de S. Paulo

20 de junho de 2015 | 19h13

O Sport venceu o Vasco por 2 a 1, neste sábado, na Arena Pernambuco, no Recife, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado - que marca a quinta vitória da equipe rubro-negra como mandante na competição - deixa provisoriamente os pernambucanos isolados no topo da tabela de classificação, com 18 pontos. No entanto, isso pode mudar caso São Paulo e Atlético Paranaense vençam as suas partidas neste domingo.

Já o Vasco continua em seu martírio na 19.ª e penúltima colocação, com três pontos. Na próxima rodada, no sábado, o Sport encara a Chapecoense, na Arena Condá, em Chapecó. O Vasco enfrenta, no domingo, o Flamengo, na Arena Pantanal, em Cuiabá.

A primeira etapa do jogo foi amarrada, com as duas equipes na retranca. Coube à equipe pernambucana sair para o jogo e começar a arriscar. Mas demorou a se encontrar. E foi só aos 15 minutos, após toque de bola envolvente de quase todo time do Sport, que Diego Souza recebeu na esquerda e fez levantamento para Maikon Leite na área. O atacante deu um leve toque encobrindo o goleiro Charles, mas a bola passou perto da trave. Era o que faltava para "acordar" o Vasco. Três minutos depois, os cariocas reagiram. Após roubada de bola na defesa, o Vasco puxou contra-ataque. Riascos avançou pela esquerda, limpou a jogada e chutou forte, mas longe do gol.

A partir daí é que a partida começou a ganhar um ritmo mais intenso. E aos 19 minutos, Maikon Leite foi lançado na direita, passou pelo marcador, invadiu a área e cruzou rasteiro para André, de cara para o gol, abrir o placar para o time da casa. Mas aos 40 minutos, o Vasco ameaçou com nova chance. Após cobrança de escanteio da direita, a zaga do Sport ficou parada e Luca cabeceou, de cima para baixo. Páscoa evitou o gol. E no minuto seguinte, após cobrança de escanteio, Danilo Fernandes afastou a bola, de soco, que sobrou para Serginho. O volante mandou para a área e Riascos, livre, cabeceou para igualar o placar.

Após o intervalo, a possibilidade de perder o duelo colocou o Sport mais recuado, e a chance de poder ganhar trouxe o Vasco para dentro do campo de ataque. E as oportunidades de gol acabaram migrando para o lado carioca. Mais travado em campo, o time da casa poucas vezes passou do meio de campo nos primeiros 15 minutos. Nem a primeira mudança do técnico Eduardo Batista deu maior volume de jogo à equipe. Marlone entrou na vaga de Neto Moura.

Até que uma chance clara surgiu para a equipe da casa, após erro do próprio Vasco. Em uma bola recuada errada, o atacante André dominou a bola livre na grande área e finalizou com perigo. A bola bateu no travessão. Na volta, Maikon Leite chegou chutando e desperdiçou o lance.

Mas antes que a apreensão pelo resultado de empate tomasse conta da torcida do Sport, aos 37 minutos o gol salvador saiu. Após cobrança de falta pela direita, a zaga do Vasco não conseguiu afastar para longe e, após lance confuso na área, Wendel soltou a pancada para as redes definindo o 2 a 1 e a liderança momentânea dos anfitriões no Brasileirão.

FICHA TÉCNICA

SPORT 2 x 1 VASCO

SPORT - Danilo Fernandes; Samuel Xavier, Éwerton Pascoa, Durval e Renê; Wendel, Rithely, Neto Moura (Marlone) e Diego Souza; André (Régis) e Maikon Leite (Samuel). Técnico: Eduardo Baptista.

VASCO - Charles; Madson, Rodrigo, Luan e Christiano; Riascos (Julio Cesar), Serginho, Guiñazú, Emanuel e Biancucchi (Julio dos Santos); Jhon Cley (Rafael Silva) e Gilberto. Técnico: Doriva.

GOLS - André, aos 19, e Riascos, aos 41 minutos do primeiro tempo; Wendel, aos 37 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Samuel Xavier (Sport); Guiñazú, Biancucchi e Luan (Vasco).

ÁRBITRO - Anderson Daronco (RS).

RENDA - Não divulgada.

PÚBLICO - 19.139 torcedores.

LOCAL - Arena Pernambuco, em Recife (PE).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoSportVasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.