Marcos Brindicci/Reuters
Marcos Brindicci/Reuters

Na Argentina, só um milagre salva o Independiente

Clube de Avellaneda está na iminência de ser rebaixado pela primeira vez

O Estado de S. Paulo

15 de junho de 2013 | 12h31

SÃO PAULO - A lenta agonia do Independiente pode chegar ao fim neste sábado, mas de forma dolorosa para os torcedores do clube. A equipe entra em campo para o clássico contra o San Lorenzo na iminência de cair para a segunda divisão da Argentina pela primeira vez em sua história. O detalhe cruel é que mesmo uma vitória pode ser insuficiente para o clube se manter na elite do país.

A equipe ocupa a 12.ª colocação no Torneio Final do Campeonato Argentino, com 21 pontos em 17 jogos. Na temporada toda, fez 38 pontos. A campanha, longe de colocar o Independiente na briga pelo título, deixa o time numa zona intermediária na tabela. O problema é que o cálculo para o descenso no país vizinho leva em conta a pontuação dos três últimos anos. E isso faz com que o time ocupe a penúltima colocação, sendo que três equipes caem.

Para não ser rebaixado neste sábado, o Independiente precisa vencer o San Lorenzo e torcer por derrotas de Argentinos Juniors e San Martín, que os também atuam como mandantes. Só assim o clube se mantém vivo - mas agonizando até a última rodada, quando a mesma combinação de resultados precisará se repetir. "Nós jogamos a partida mais importante da rica história do clube", sentenciou o técnico Miguel Brandisi, para depois reconhecer: "Temos esperança, mas sabemos que não depende somente de nós". Triste ironia para um clube que se chama, justamente, Independiente.

JOGOS

Sábado

15h10 - San Martín x Estudiantes  

15h10  - Independiente x San Lorenzo  

15h10  - Argentinos Juniors x Colón

Domingo

14h15 - Unión x Vélez Sarsfield  

16h10 - All Boys x Racing Club 

16h10 - Atlético Rafaela x Newells Old Boys 

18h10 - Boca Juniors x Arsenal Sarandí 

21h30 - Lanús x River Plate

Segunda

20h15 - Quilmes x Godoy Cruz

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.