Lucas Figueiredo / CBF
Lucas Figueiredo / CBF

Na Austrália, seleção feminina treina para amistosos e faz corte por lesão

Camila será substituída por Thaisa; Cristiane retorna depois de ficar fora do Torneio das Nações

Estadão Conteúdo

12 de setembro de 2017 | 11h59

A seleção brasileira feminina de futebol já está em Sydney, onde se prepara para dois amistosos que vai disputar nos próximos dias contra a Austrália. Ainda assim, o grupo de convocadas para os compromissos passou por uma mudança, com o corte de uma jogadora e a convocação de uma substituta.

A técnica Emily Lima anunciou nesta terça-feira o corte de Camila, jogadora do Orlando Pride, que precisou ser desconvocada por estar lesionada. Assim, a treinadora chamou a meio-campista Thaisa, do Grindavík FC, da Islândia, para os amistosos.

Em Sydney, no Popondetta Park, a seleção fez a sua primeira atividade. As jogadoras que chegaram no domingo e na última segunda-feira realizaram treinamentos físico e de bola parada. O trabalho foi leve, até pelo desgaste enfrentado pelas atletas na viagem para a Austrália.

Bruna, Andressinha, Debinha e Letícia Santos, que desembarcaram em Sydney apenas nesta terça-feira, fizeram uma corrida leve em volta do campo. Já as goleiras Letícia Izidoro e Daniele treinaram em separado.

Após ficar de fora do Torneio das Nações, Cristiane está de volta à seleção brasileira. Ela terá a companhia no ataque de Marta, que participou da competição amistosa nos Estados Unidos, mas que não participou do último duelo, exatamente diante da Austrália, em que a seleção brasileira foi massacrada por 6 a 1.

Deixar para trás a péssima impressão será uma das tarefas da equipe comandada por Emily Lima nos amistosos. O primeiro deles será no próximo sábado, às 2 horas (de Brasília), no Pepper Stadium, em Penrith. Depois, na terça-feira, as equipes vão se enfrentam às 6h30, no McDonald-Jones Stadium, em Newcastle.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.