Na Bahia, Vitória derrota o Náutico de virada por 3 a 1

Equipe ganha mais uma dentro do Barradão e fica mais perto de garantir uma vaga na Copa Sul-Americana

ELIANA LIMA, Agencia Estado

18 de outubro de 2009 | 21h08

O Vitória teve trabalho, mas conseguiu vencer de virada o Náutico por 3 a 1, neste domingo, no estádio Barradão, em Salvador, pela 30.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Agora com 44 pontos, o time baiano está em nono lugar e segue na luta por vaga na Copa Sul-Americana. Os pernambucanos, em 18.º com 29, continuam desesperados para deixar a zona de rebaixamento.  

 

Veja também

forum Bate-Pronto: Alguém quer ganhar o Brasileiro?

MASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

No primeiro tempo, o Vitória mostrou superioridade e criou várias chances de gol. Na melhor delas, aos 17 minutos, Nino Paraíba foi derrubado por Michel e o árbitro goiano André Luiz de Freitas marcou o pênalti. Na cobrança, o centroavante Roger bateu no canto direito e o goleiro Gledson espalmou para escanteio.

Na segunda etapa, o Náutico surpreendeu logo no segundo minuto. O atacante Bruno Mineiro entrou com a bola pela esquerda, passou por um zagueiro e tocou na saída de Viáfara para fazer 1 a 0. O problema para os pernambucanos, depois, foi a expulsão do zagueiro Vágner Silva aos 13 minutos.

Com um a menos, o Náutico não aguentou a pressão dos baianos. Aos 16, Nino Paraíba cruzou e Leandrão empatou de cabeça. Aos 36, o Vitória virou novamente com Leandrão, que deu um toque sutil para o gol. Sem reação, os pernambucanos ainda sofreram o terceiro gol, aos 46 minutos, em um chute do meia Jackson.

Na próxima rodada, os dois times jogam no sábado. O Vitória viaja até Belo Horizonte para enfrentar o Atlético Mineiro. Já o Náutico enfrenta o Barueri, no Recife.

VITÓRIA 3 X 1 NÁUTICO

Vitória - Viáfara; Nino Paraíba, Wallace, Fábio Ferreira e Leandro; Vanderson (Neto Berola), Uelliton, Ramon e William; Gláucio (Jackson) e Roger (Leandrão). Técnico: Vágner Mancini

Náutico - Gledson; Vágner Silva, Asprilla e Cláudio Luiz; Patrick (Marcio), Derley (Tuta), Rudnei (Johnny), Irênio e Michel; Carlinhos Bala e Bruno Mineiro. Técnico: Geninho

Gols - Bruno Mineiro, aos 2, Leandrão, aos 16 e aos 36, e Jackson, aos 46 minutos do segundo tempo

Cartões amarelos - Nino Paraíba, Ramon, Vanderson, Leandrão, Uelliton e Wallace (Vitória); Asprilla, Michel, Rudnei e Cláudio Luiz (Náutico)

Cartão vermelho - Vágner Silva (Náutico)

Árbitro - André Luiz de Freitas (GO)

Renda - R$ 237.860,00

Público - 11.801 pagantes

Local - Estádio Barradão, em Salvador (BA)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.