Mailson Santana/Fluminense FC
Mailson Santana/Fluminense FC

Na briga pela semifinal, Fluminense não admite perder pontos para o lanterna Macaé

Se o campeonato regional do Rio fosse encerrado nessa rodada, o Tricolor estaria fora das semifinais

Redação, Estadão Conteúdo

06 de abril de 2021 | 08h25

O Fluminense vem sofrendo contra os pequenos no Campeonato Carioca. Já perdeu para Resende, Portuguesa-RJ e Volta Redonda, deixando escapar pontos preciosos na luta por vaga às semifinais. Nesta terça-feira, às 21h35, encara o lanterna Macaé com a obrigação de vitória. Um tropeço no Raulino Oliveira, em Volta Redonda, é tratado como inadmissível no clube.

Com dez pontos, o Fluminense hoje estaria fora das semifinais. Para não ver a concorrência disparar, o técnico Roger Machado mais uma vez apostará num esquema ofensivo, com dois atacantes de beirada de campo ao lado de Fred. Luiz Henrique confirmado e Gabriel Teixeira, Kennedy ou Lucca terão a missão de servir o artilheiro.

Após somar somente um ponto dos últimos seis disputados, o time caiu para o sexto lugar e se vê obrigado a reagir imediatamente. "Lógico que nossa colocação preocupa. Carioca é um campeonato importante e temos de levar todo jogo a sério", adverte o goleiro Marcos Felipe. "Nossa equipe tem buscado se fortalecer, levantar um ao outro, mais motivação, ânimo, para que possamos conquistar esse campeonato."

Com o poder ofensivo definido, Roger terá importante volta de xerifão à defesa. Único titular ainda sem jogos em campo após passar os três últimos jogos em recuperação de dores musculares na coxa esquerda, Luccas Claro faz sua estreia na temporada. O defensor, que não levou nenhum cartão amarelo no Brasileirão, formará a dupla de titulares com Nino. Seu retorno ocorre num momento providencial, já que o experiente Matheus Ferraz sofreu grave lesão no joelho e para por um bom tempo.

A nova defesa, além de melhorar o sistema defensivo, aumenta também o poder ofensivo do Fluminense. Luccas Claro e Nino adoram se aventurar ao ataque e vira e mexe andam anotando seus gols de cabeça. Como Nenê é preciso nas bolas paradas, faltas e escanteios viram uma arma a mais ao time de Roger Machado com a zaga artilheira.

Sem nenhuma vitória no Carioca, o Macaé optou pela dispensa do técnico Charles de Almeida. Dário Lourenço está de volta ao comando do clube e espera findar com o jejum de triunfos para ainda sonhar em escapar do rebaixamento. Com seis derrotas e um empate no estadual, só um milagre salva o time da queda. Para isso, pontuar diante do Fluminense é necessário. Apesar das deficiências da equipe, Dário Lourenço aposta no discurso de superação para motivar seus jogadores. O zagueiro Álvaro cumpriu suspensão e está de volta.


FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE - Marcos Felipe; Calegari (Samuel Xavier), Nino, Luccas Claro e Danilo Barcelos (Egídio); Martinelli, Yago (Wellington) e Nenê; Luiz Henrique, Lucca (Gabriel Teixeira ou Kennedy) e Fred. Técnico - Roger Machado.

MACAÉ - Milton; Pedro, Álvaro, Dante e Taira; Fábio, Wagner, Marquinho e Rossales; Pimpão e Lopeu. Técnico - Dário Lourenço.

ÁRBITRO - Philip Georg Bennett.

LOCAL - Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

HORÁRIO - 21h35.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.