Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Vincenzo Pinto/AFP
Vincenzo Pinto/AFP

Na despedida de Paolo Cannavaro, árbitro de vídeo 'decide' e Roma só empata

Equipe da capital tem dois gols anulados pela tecnologia em empate por 1 a 1 com o Sassuolo

Estadão Conteúdo

30 de dezembro de 2017 | 15h12

Em duelo com dois gols anulados pelo árbitro de vídeo, a Roma decepcionou sua torcida neste sábado e só empatou com o Sassuolo por 1 a 1, no Estádio Olímpico, pela 19ª e última rodada do primeiro turno do Campeonato Italiano.

+ Após vitória em clássico, Milan só empata com a Fiorentina no Italiano

+ Renan Ribeiro vai para o Estoril após rescindir com o São Paulo

O frustrante resultado deixou a equipe na quarta colocação com 39 pontos, nove atrás do Napoli. Como tem um jogo a menos, porém, o time da capital pode descontar a vantagem do líder. Já o Sassuolo soma 21 e briga na parte inferior da tabela.

O resultado, contudo, poderia ter sido bem diferente não fosse o árbitro de vídeo. Quando vencia por 1 a 0, aos 25 minutos do segundo tempo, Dzeko fez outro gol para a Roma, mas estava impedido e o lance foi anulado com a ajuda da tecnologia. O mesmo ocorreu com o gol de Florenzi aos 39: enquanto os atletas celebravam o 2 a 1, o juiz reviu o lance e o anulou porque houve falta na jogada.

Melhor para o Sassuolo – e especialmente para Paolo Cannavaro. Depois de anunciar que sua aposentadoria seria neste sábado, para se tornar auxiliar de seu irmão Fabio no Guangzhou Evergrande, da China, o zagueiro se despediu dos gramados com um bom empate.

E a igualdade foi sofrida. A Roma parecia que confirmaria o favoritismo quando Lorenzo Pellegrini aproveitou jogada confusa dentro da área, bateu no canto e abriu o placar aos 31 da etapa inicial.

Mas, já aos 33 do segundo tempo, pouco depois do time mandante ter seu primeiro gol anulado, Simone Missiroli cabeceou no canto e assegurou o empate – o goleiro Alisson ainda tentou salvar, mas espalmou para dentro do gol. Assim, depois de mais uma intervenção do árbitro de vídeo, Paolo Cannavaro pôde celebrar o empate em sua despedida.

Quem também celebrou muito foi a torcida do Benevento. Neste sábado, pela primeira vez no campeonato, a equipe pôde comemorar um triunfo. Venceu o Chievo por 1 a 0, em casa, com gol de Massimo Coda no segundo tempo, e alcançou os quatro pontos.

Outro time a aproveitar o mando foi a Sampdoria. Com dois gols de Quagliarella já nos acréscimos do segundo tempo, a equipe derrotou o SPAL por 2 a 0 e chegou aos 30 pontos, saltando para a sexta colocação.

Ainda neste sábado, duas vitórias de visitantes: o Cagliari derrotou a Atalanta por 2 a 1, mesmo placar do triunfo do Udinese sobre o Bologna. E, em casa, o Torino ficou apenas no 0 a 0 com o Genoa. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.