Na despedida do São Paulo, Muricy diz querer descansar

O técnico Muricy Ramalho se despediu do São Paulo na manhã deste sábado, após ter sido demitido na noite de sexta-feira - ficou três anos e meio no cargo. Ele conversou com os jogadores e os funcionários são-paulinos, no CCT da Barra Funda, e depois leu um comunicado para a imprensa, em que agradeceu principalmente a torcida.

GABRIEL NAVAJAS, Agencia Estado

20 de junho de 2009 | 13h00

Nesse comunicado de despedida, Muricy falou rapidamente sobre seu futuro. "Eu vou descansar um pouco, porque é o que eu mais quero. Não é fácil. Daqui a pouco vem outra batalha e a gente tem de estar pronto. E é o que eu vou fazer", afirmou o treinador.

Muricy aproveitou para agradecer os dirigentes, funcionários e jogadores pela convivência nesses longo período no cargo. Mas reservou um agradecimento especial aos torcedores. "Obrigado de coração, principalmente à torcida do São Paulo", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão PauloMuricy

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.