Na época, Barcelona detalhou valores do contrato de Neymar

Clube catalão admite ter pago 40 milhões de euros ao pai do jogador

O Estado de S. Paulo

16 de julho de 2015 | 14h58

O novo presidente do Barcelona detalhou na Espanha o contrato e os valores pagos pela compra de Neymar, corrida em 2013. A Justiça do país investiga a transação e uma possível fraude fiscal cometida quando o clube catalão era comando por Sandro Rosel, amigo de Ricardo Teixeira e condutor de toda essa transação. O Barcelona veio ao Brasil para fechar com o jogador. Depois de declarar apenas que a compra do jogador havia sido de 17,1 milhões de euros, o clube consertou a informação e admitiu que todo o montante investido no brasileiro foi de 86,2 milhões de euros (R$ 277,3 milhões). Veja as cifras.

40 milhões de euros - empresa do pai de Neymar

17,1 milhões de euros - Santos

10 milhões de euros - Neymar como luvas

2,7 milhões de euros - comissão de agente (pai de Neymar)

2 milhões de euros - pai de Neymar para monitorar talentos

7,9 milhões de euros - Santos por três revelações

2,5 milhões de euros - Instituto Neymar Jr

4 milhões de euros - direitos de imagem do jogador

Total: 86,2 milhões de euros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.