Filippo Venezia/AP
Filippo Venezia/AP

Na estreia de Balotelli pelo Brescia, Juventus busca virada e assume liderança

Alfredo Donnarumma abre o placar para o time da casa, mas equipe de Turim faz 2 a 1

Redação, Estadão Conteúdo

24 de setembro de 2019 | 18h41

No jogo que marcou a estreia do atacante Mario Balotelli pelo Brescia, a Juventus assumiu a liderança provisória do Campeonato Italiano, nesta terça-feira, ao derrotar o adversário por 2 a 1, de virada, fora de casa, em duelo válido pela quinta rodada da competição.

O time de Turim alcançou os 13 pontos, contra 12 da Internazionale, que joga nesta quarta-feira, contra a Lazio, em Milão, no complemento desta jornada do torneio. O Brescia continua com seis pontos, em 11.º lugar.

Com um Balotelli ativo em campo, a equipe anfitriã equilibrou as ações no primeiro tempo diante dos atuais octocampeões nacionais. O polêmico atacante se movimentou bastante e cobrou duas faltas com muito perigo. E o time da casa abriu o placar logo aos quatro minutos, com um gol de Alfredo Donnarumma.

A Juventus foi em busca da igualdade e deixou espaços em sua defesa, muito bem explorados por Balotelli. Mas uma falha na defesa do Brescia permitiu o empate da equipe de Turim, aos 40 minutos, quando Jhon Chancellor marcou contra, após cobrança de escanteio.

O segundo tempo começou com forte pressão da Juventus, que teve pelo menos três grandes oportunidades, todas frustradas pela boa atuação do goleiro Jesse Joronen. Porém, o gol da virada veio aos 17 minutos. Dybala sofreu falta e cobrou na barreira. Pjanic pegou o rebote e acertou um belo sem-pulo para colocar a Juventus em vantagem. O Brescia não se deu por vencido e partiu para o ataque: Daniele Dessena e Balotelli desperdiçaram ótimas chances.

Daí até o fim do jogo tanto a Juventus poderia fazer o terceiro como o Brescia poderia empatar pela forma imprevisível que o cenário visto em campo indicava. Dybala errou o alvo por muito pouco da entrada da área. Da mesma forma, Bisoli e Matri falharam para o time da casa.

Os ânimos ficaram exaltados. Khedira discutiu com Tonalli e Sabelli. Balotelli abusou da catimba para tentar cavar faltas e Dybala apanhou de toda a zaga adversária. Nos minutos finais, a Juventus usou de sua maior técnica para segurar a bola e ainda teve em Bernardeschi uma ameaça para o adversário com belos chutes de longa distância.

No outro jogo que abriu a quinta rodada do Italiano nesta terça-feira, Verona e Udinese empataram por 0 a 0, em Verona, em resultado que deixou a equipe da casa na 13ª posição, com cinco pontos. Já os visitantes estão um pouco atrás, em 15º lugar, com quatro pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.