Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Na estreia de Diego Souza, São Paulo empata sem gols com Novorizontino

Tricolor sai de campo vaiado após empate por 0 a 0 no Morumbi

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

20 Janeiro 2018 | 21h01

O São Paulo terminou a temporada passada com festa da torcida no Morumbi, mesmo com uma campanha pífia no Campeonato Brasileiro, mas começou o ano em casa pressionado pelos fãs. Um pequeno protesto foi feito na porta do estádio, com faixas que pediam reforços e questionavam se o time iria conquistar algo em 2018.

+ TEMPO REAL - São Paulo 0 x 0 Novorizontino

+ TABELA - Classificação do Campeonato Paulista

Mesmo com a estreia de Diego Souza, que entrou no segundo tempo, o time não conseguiu decolar e ficou apenas no 0 a 0 com o Novorizontino, pela segunda rodada do Campeonato Paulista - na primeira, perdeu para o São Bento. O torcedor incentivou durante os 90 minutos, mas vaiou após o apito final.

Dentro de campo, a equipe ainda dava sinais de que a pré-temporada está longe de acabar. Foram muitos erros de passes, principalmente na hora de dar o último acerto para tentar fazer o gol. Fisicamente o grupo ainda está distante das melhores condições e no primeiro tempo conseguiu se impor, sem sofrer, mas também sem ameaçar muito.

A melhor chance veio aos 14 minutos, quando Petros acertou um bom chute na trave. Pouco depois, Marcos Guilherme recebeu de Shaylon e chutou no canto, mas o lateral Tony salvou e evitou o gol tricolor. Teve ainda uma boa cabeçada de Brenner, em cobrança de escanteio, que passou com perigo. A melhor chance do Novorizontino foi em cobrança de falta de Jean Carlos, que Sidão salvou.

Na etapa final, o São Paulo voltou disposto a abrir o marcador e quase conseguiu isso com Bruno Alves, que acertou boa cabeçada e Oliveira espalmou. Quando a torcida já mostrava um pouco de impaciência, Dorival chamou Diego Souza e o meia entrou em campo, fazendo sua estreia com a camisa do São Paulo. Pouco depois foi a vez de Cueva entrar.

A partir daí, a partida melhorou sensivelmente, com o São Paulo buscando jogadas de aproximação e o Novorizontino apostando na velocidade dos contra-ataques. E foi numa dessas jogadas que o time do interior quase marcou seu gol, mas Rodrigo Caio teve uma recuperaçao excepcional e salvou a bola quase em cima da linha.

O duelo ficou acelerado no final e Shaylon teve boa chance, mas não pegou de jeito na bola. Na sequência, Caíque foi derrubado dentro da área e o juiz Luiz Flávio de Oliveira nada marcou. A pressão era grande, mas os erros também. Rodrigo Caio chegou a marcar de cabeça, mas estava impedido. E apesar da insistência, o time não conseguiu balançar as redes do Novorizontino.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 0 x 0 NOVORIZONTINO

SÃO PAULO: Sidão; Militão, Bruno Alves, Rodrigo Caio e Edimar; Jucilei, Petros, Lucas Fernandes (Diego Souza), Shaylon e Marcos Guilherme (Caíque); Brenner (Cueva). Técnico: Dorival Junior.

NOVORIZONTINO: Oliveira; Tony, Guilherme, Eder e Thallyson; Adilson, Jean Patrick e Jean Carlos (Valdeir); Francis (Cléo Silva), Safira e Ratão (Juninho). Técnico: Doriva.

Juiz: Luiz Flávio de Oliveira.

Cartões amarelos: Rodrigo Caio, Oliveira, Adilson, Jean Carlos, Eder.

Renda: R$ 411.131,00.

Público: 17.171 pagantes.

Local: Morumbi, em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.