Na estreia de Dorival, Internacional vence Botafogo e entra na briga pelo G-4

O clube gaúcho tem 26 pontos e seu alvo imediato é o Palmeiras, que tem um ponto a mais

Elder Ogliari, Agência Estado

18 de agosto de 2011 | 00h09

PORTO ALEGRE - O Internacional venceu o Botafogo por 1 a 0 nesta quarta-feira, no Beira-Rio e, embora não tenha saído da sétima posição, manteve-se em condições de começar a perseguir alguns clubes que estão à sua frente no Campeonato Brasileiro. O clube gaúcho tem 26 pontos. Seus alvos imediatos são o Palmeiras, que tem 27 pontos e encara o Bahia nesta quinta-feira, e o próprio Botafogo, que permanece em quinto lugar, com 28 pontos. Como o Vasco é o terceiro, os cinco primeiros se classificariam à Libertadores.

A vitória colorada foi conquistada com muita dificuldade em jogo equilibrado. O primeiro tempo teve poucas jogadas de área. A melhor do Botafogo foi aos 35 minutos, mas Felipe Menezes chutou para fora. O Internacional respondeu aos 37 minutos, em tabelinha de atacantes que Jô concluiu, de cabeça, para Jefferson defender. "É jogo de paciência", resumiu o zagueiro Bolívar, capitão do Internacional, no intervalo. "Temos de procurar mais os espaços para marcar o gol", sugeriu.

E foi o que o time gaúcho fez no segundo tempo, quando passou a rondar a área dos visitantes, quase sempre sob o comando de D''Alessandro. Em diversos movimentos o meia D''Alessandro soube reter a bola até seus companheiros se deslocarem e abrir caminho na defesa adversária com passes precisos. Aos 10 minutos, o argentino fez um cruzamento venenoso, que obrigou o goleiro Jefferson a mandar a bola para escanteio. Aos 13, enfiou a bola para o lateral Zé Mário cruzar da linha de fundo. Na área, Jô desviou para Leandro Damião marcar, de cabeça.

Logo depois, aos 16, D''Alessandro, em mais um lançamento, deixou Nei em condições de marcar, mas o chute do lateral bateu num zagueiro e saiu para fora.

Depois de conquistar a vantagem, o Internacional demonstrou maturidade para trocar passes, controlar a pressão do Botafogo e chegar ao ataque com perigo algumas vezes. Mas também contou com a falta de pontaria dos adversários em pelo menos dois lances. Aos 30 minutos Alex acertou um chute na trave. Aos 33, após cobrança de escanteio, Fabio Ferreira ficou em condições de marcar, mas cabeceou a bola para fora. Aos 43 minutos D''Alessandro, mais uma vez, lançou para Rodrigo Moledo cabecear e exigir grande defesa de Jefferson. Logo depois, foi substituído por João Paulo e saiu aplaudido.

FICHA TÉCNICA

Internacional 1 x 0 Botafogo

Internacional - Muriel; Nei, Bolívar, Rodrigo Moledo e Zé Mário; Elton, Guiñazu, Andrezinho (Tinga) e D''Alessandro (João Paulo); Jô (Delatorre) e Leandro Damião. Técnico: Dorival Júnior

Botafogo - Jefferson; Alessandro, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Cortês; Renato, Marcelo Mattos (Lucas Zen), Maicosuel (Cidinho) e Felipe Menezes (Thiago Galhardo); Herrera e Alex. Técnico: Caio Júnior

Gol - Leandro Damião, aos 13 minutos do segundo tempo

Cartões amarelos - Nei, Rodrigo Moleto, Elton (Internacional); Marcelo Mattos e Herrera (Botafogo)

Árbitro - Paulo Henrique Godoy Bezerra (SC)

Renda - R$ 146.725,00

Público - 11.080 pagantes (13.014 no total)

Local - Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.