Mailson Santana/Fluminense
Mailson Santana/Fluminense

Na estreia de Fernando Diniz, Fluminense sofre para empatar contra Volta Redonda

Equipe tricolor consegue gol decisivo aos 41 minutos do segundo tempo, em lance do zagueiro Ibañez

Redação, Estadão Conteúdo

19 Janeiro 2019 | 21h25

A estreia do técnico Fernando Diniz no comando do Fluminense não foi como os mais otimistas esperavam. O renovado time tricolor não jogou bem e sofreu para empatar contra o Volta Redonda por 1 a 1, neste sábado, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, pela primeira rodada da Taça Guanabara - o primeiro turno do Campeonato Carioca.

Agora cada time soma um ponto no Grupo B, liderado pelo Vasco, com três, que mais cedo venceu o Madureira por 1 a 0. Um empate com sabor de derrota para o Fluminense e um ponto importante conquistado pelo clube de Volta Redonda (RJ) fora de casa, sem contar um pênalti chutado para fora.

Para segurar o esperado futebol tique-taca do Fluminense, ao estilo de seu técnico, o Volta Redonda, de Toninho Andrade, se preparou bem. Marcou atrás, bem fechado com cinco jogadores no meio de campo, na espera de um contra-ataque para sair em velocidade.

O Fluminense foi dominado. Não explorou as laterais, não conseguiu as infiltrações, muito menos os chutes a gol. Para piorar, cometeu muitos erros de passe. Aos 32 minutos, Everaldo perdeu a bola na linha do meio de campo e Douglas Lima saiu em disparada até a grande área. Ao tentar driblar Rodolfo, acabou sendo derrubado: pênalti. Na cobrança, aos 34, João Carlos deslocou o goleiro e ainda cobrou forte do lado esquerdo.

Os tricolores foram para os vestiários debaixo de vaias da torcida. Voltaram para o segundo tempo animados, com a determinação de Fernando Diniz para fazerem um jogo mais vertical, em direção ao gol. Mas logo aos dois minutos, o Fluminense sofreu outro contra-ataque mortal. Douglas Lima recebeu pelo lado direito e levantou para o outro lado de trivela. O meia Wandinho ajeitava a bola quando acabou atropelado por Marcos Calazans: outro pênalti. João Carlos queria bater, mas Marcelo, capitão e considerado o dono do time, pegou a bola. Ele cobrou forte, mas para fora, do lado direito de Rodolfo.

A torcida vibrou como se fosse um gol e o moral do visitante baixou com a chance de ouro desperdiçada. O Fluminense tentou manter a pressão e levou perigo aos 18 minutos, quando Luciano bateu forte, porém sobre o travessão. Era sinal de que o empate poderia vir logo, principalmente porque o Volta Redonda recuou bastante e praticamente abriu mão de tentar um contragolpe.

Aos 30 minutos, Luis Gustavo cometeu falta sobre Everaldo e acabou expulso porque antes já tinha sido amarelado. A partir daí, o Fluminense partiu para a pressão. A melhor chance aconteceu aos 39, após aliviada da defesa e chute de Everaldo. O goleiro Douglas Borges espalmou para escanteio em uma boa defesa.

O gol estava maduro e saiu aos 41 minutos. Julião lançou o garoto João Pedro, de apenas 17 anos, pelo lado direito. Ele desceu em velocidade e cruzou forte. A bola tocou em um zagueiro e no travessão, caindo no pé de Ibañez e indo às redes. Alívio nas arquibancadas e muita vibração entre os jogadores.

Animado pelo empate, o Fluminense ainda tentou a virada nos últimos minutos. Apesar da pressão, não conseguiu o gol da vitória.

Pela segunda rodada, nesta quarta-feira, às 21h30, o Volta Redonda enfrentará o Vasco, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro. O Fluminense só entra em campo na quinta, desta vez diante do Americano, também às 21h30, porém em Campos dos Goitacazes (RJ).

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 1 x 1 VOLTA REDONDA

FLUMINENSE - Rodolfo; Ezequiel, Ibañez, Digão (Matheus Ferraz) e Mascarenhas; Airton, Zé Ricardo (João Pedro) e Daniel (Igor Julião); Marcos Calazans, Luciano e Everaldo. Técnico: Fernando Diniz.

VOLTA REDONDA - Douglas Borges; Luis Gustavo, Daniel, Heitor e Luiz Paulo; Bruno Barra, Bileu, Marcelo, Douglas Lima (Núbio Flávio) e Wandinho (Gelson); João Carlos (Renan Gorne). Técnico: Toninho Andrade.

GOLS - João Carlos (pênalti), aos 34 minutos do primeiro tempo; Ibañez, aos 41 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Rodolfo (Fluminense); Luis Gustavo, Núbio Flávio e Bruno Barra (Volta Redonda).

CARTÃO VERMELHO - Luis Gustavo (Volta Redonda).

ÁRBITRO - Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa).

RENDA - R$ 156.846,00.

PÚBLICO - 6.192 pagantes (6.744 no total).

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.