Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians
Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians

Na estreia de Giuliano, Corinthians fica no empate sem gols com o Santos na Vila

Equipes fazem jogo fraco tecnicamente e continuam na parte intermediária da tabela do Brasileirão

João Prata, O Estado de S.Paulo

08 de agosto de 2021 | 18h02

Corinthians e Santos ficaram no empate sem gols ontem, na Vila Belmiro, em um jogo de dar sono pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. O fraco desempenho reflete a situação das equipes na competição até aqui. A equipe do litoral paulista ocupa somente o oitavo lugar, com 20 pontos. O time do técnico Sylvinho está ainda pior, em 12º, com 18.

A novidade em campo pelo lado do Corinthians foi a presença de Giuliano como titular. Ainda sem ritmo de jogo e desentrosado pouco fez em sua estreia. Apesar da atuação discreta, deu um pouco mais de criatividade ao meio de campo da equipe. No primeiro tempo, a melhor chance de gol saiu dos pés dele, que encontrou Mosquito pela direita e o atacante chutou em cima do goleiro João Paulo.

O Santos jogava em casa e tentava se impor com a posse de bola. A resposta veio em chutes de Jean Mota e Marcos Leonardo, que Cássio defendeu. A partida esfriou depois desse lance, as equipes acertaram a marcação. Fagner ainda deu um chute de fora da área, mas João Paulo buscou no ângulo esquerdo.

No segundo tempo, o Corinthians chegou a abrir o placar com Jô. Mas Mosquito, no início da jogada, recebeu em impedimento. O VAR checou o lance e anulou o gol corintiano.

Na sequência, o árbitro Flavio Rodrigues de Souza também deu um pênalti favorável para o Corinthians após Madson derrubar Mosquito na área. Mas depois ele checou no monitor e voltou atrás. “Ele (Madson) pega só a bola. Vou reiniciar com bola ao chão para a defesa”, disse o juiz em campo.

A partida seguiu truncada, sem chances de gol. O Santos controlava mais a bola, mas tocava muito de lado e tinha dificuldade para furar a linha defensiva corintiana. O time visitante perdeu a força ofensiva após a saída de Mosquito, que deixou o campo sentindo a coxa esquerda. Marquinhos entrou em seu lugar e não conseguiu manter o mesmo nível em campo.

Giuliano deixou o campo nos acréscimos. No segundo tempo, ele parece ter sentido o cansaço e produziu pouco. Mas chegou na equipe para ser titular e é fundamental para fazer o time evoluir ofensivamente. Renato Augusto, outro reforço contratado recentemente, ainda não tem data para estrear.

As equipes tentarão reagir no torneio no próximo final de semana. O Corinthians receberá o Ceará no domingo, às 16h. O Santos, no mesmo dia, visitará o Fortaleza, às 18h15.

FICHA TÉCNICA:

SANTOS 0 X 0 CORINTHIANS

Santos: João Paulo; Madson, Kayki, Luiz Felipe e Felipe Jonatan; Camacho (Pirani), Jean Mota e Carlos Sánchez; Marcos Guilherme, Marcos Leonardo (Raniel) e Lucas Braga. Técnico: Fernando Diniz.

Corinthians: Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Fábio Santos; Gabriel, Roni e Giuliano (Vitinho); Mosquito (Marquinhos), Adson (Mateus Vital) e Jô. Técnico:Sylvinho

Juiz: Flávio Rodrigues de Souza (SP).

Amarelos: Jean Mota e Roni. 

Local: Vila Belmiro, em Santos. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.