Monaco/ Divulgação
Monaco/ Divulgação

Na estreia de Henry, Monaco perde mais uma e cai para a zona de rebaixamento

Campeão na temporada 2016/2017 e o atual vice-campeão do Campeonato Francês, o time não consegue reagir e chega à marca negativa de nove jogos sem vitória

Estadão Conteúdo

20 Outubro 2018 | 17h30

O Monaco​ fez feio na estreia de Thierry Henry no comando técnico da equipe. Neste sábado, o time monegasco foi superado pelo Strasbourg por 2 a 1, fora de casa, amargou a sua quarta derrota consecutiva que o colocou na zona de rebaixamento e confirmou que o ex-atacante francês terá muito trabalho em sua primeira experiência como treinador.

Campeão na temporada 2016/2017 e o atual vice-campeão do Campeonato Francês, o Monaco não consegue reagir e chega à marca negativa de nove jogos sem vitória no torneio. O único triunfo aconteceu na estreia da competição, diante do Nantes.

Aposta para mudar essa lógica, Henry, um dos melhores jogadores da história da França, pôde ver que não terá vida fácil no clube que o projetou para o futebol e que ele assumiu por ser uma "escolha de coração". A primeira tarefa, talvez, seja reanimar o elenco.

O francês Adrien Thomasson e o sul-africano Lebo Mothiba foram os autores dos gols que definiram a primeira derrota de Henry no comando do Monaco. O belga Youri Tielemans, de pênalti, já nos acréscimos, descontou para o time do Principado de Mônaco.

O Nantes é justamente o time que ultrapassou o Monaco nesta rodada e a rebaixou para a 19.ª e penúltima posição, à frente do Guingamp, que tem os mesmos seis pontos e só não deixou a lanterna por possuir saldo de gols inferior (-12 contra -6). Já o Strasbourg subiu para o sexto lugar, agora com 15 pontos, e ganhou força na briga por uma vaga nas competições europeias.

Nos outros jogos deste sábado, destaque para o Nantes, que goleou o Toulouse em casa por 4 a 0 para deixar a zona de rebaixamento, e o Lille, atual vice-líder, que derrotou o Dijon por 2 a 1, com um gol do brasileiro Luiz Araújo (ex-São Paulo). Caen e Guingamp empataram sem gols e Reims e Angers ficaram na igualdade por 1 a 1.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.