Na estreia de Kleina, Ponte Preta vence São Bento e garante classificação

Equipe de Campinas agora tenta roubar liderança do Santos na última rodada da primeira fase

Estadão Conteúdo

26 de março de 2017 | 21h14

Na estreia do técnico Gilson Kleina, neste domingo, a Ponte Preta confirmou a classificação para as quartas de final do Campeonato Paulista ao vencer o São Bento por 2 a 1, no estádio Walter Ribeiro, pela penúltima rodada da primeira fase do Estadual.

Com os mesmos 19 pontos do Santos, mas atrás no número de vitórias, a Ponte Preta está na vice-liderança do Grupo D e não pode mais ser alcançada pelo Mirassol, que tem 15. Já o São Bento é o lanterna do Grupo C, com dez pontos, e o primeiro fora da zona de rebaixamento.

Na próxima quarta-feira, a Ponte Preta recebe o Palmeiras, às 21h45, mesmo horário em que o São Bento enfrenta o Mirassol, fora de casa, precisando vencer para não correr risco de rebaixamento.

Logo aos quatro minutos, de fora da área, Ricardo Bueno arriscou e a bola passou raspando a trave de Aranha. O São Bento até tentava controlar a partida, mas uma falha do sistema defensivo permitiu que a Ponte Preta abrisse o placar, aos 23. Após desarmar Pitty, Ravanelli tocou para Clayson, que bateu na saída de Rodrigo Viana. Os donos da casa sentiram o gol e ainda viram os campineiros perderem três boas oportunidades.

O São Bento voltou com uma postura mais ofensiva no segundo tempo e a Ponte Preta buscava explorar o contra-ataque. Aos 23, Régis cruzou e Clebson acertou um lindo voleio, empatando o duelo.

Quando o São Bento estava melhor, a Ponte Preta voltou a ficar na frente, aos 40 minutos: Lucca cobrou falta e Yuri cabeceou para o gol. Nos acréscimos, Aranha garantiu a vitória com uma linda defesa em cabeceio de Gabriel Santos.

FICHA TÉCNICA:

SÃO BENTO 1 X 2 PONTE PRETA

SÃO BENTO - Rodrigo Viana; Lucas Mendes (Diego Carlos), Pitty, Gabriel Santos e Maicon; Itaqui, Fábio Bahia, Régis, Renan Mota (Clebson) e Morais; Ricardo Bueno (Magrão). Técnico: Paulo Roberto Santos.

PONTE PRETA - Aranha; Nino Paraíba, Yago, Marllon e Jeferson; Jadson (Wendel), Fernando Bob, Elton (Yuri) e Ravanelli (Lins); Lucca e Clayson. Técnico: Gilson Kleina.

GOLS - Clayson, aos 23 minutos do primeiro tempo; Clebson, aos 23, e Yuri, aos 40 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Luiz Flávio de Oliveira.

CARTÕES AMARELOS - Pitty e Fábio Bahia (São Bento); Elton, Wendel e Yago (Ponte Preta).

RENDA - R$ 53.170,00.

PÚBLICO - 2.608 pagantes.

LOCAL - Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato PaulistaPonte Preta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.