Na estreia de Muricy, Palmeiras busca a liderança

O torcedor palmeirense começa nesta quarta-feira a conhecer de perto o treinador que venceu as últimas três edições do Campeonato Brasileiro. Muricy Ramalho faz sua estreia no comando do time do Palmeiras, que busca a liderança isolada contra o instável Fluminense, às 21h50, no Palestra Itália.

DANIEL AKSTEIN BATISTA, Agencia Estado

29 de julho de 2009 | 07h25

O novo técnico palmeirense vai aos poucos conhecendo o elenco. Ele foi apresentado na última sexta e, dois dias depois, viu das tribunas do estádio de Presidente Prudente a boa vitória sobre o Corinthians, por 3 a 0 - Jorginho, agora auxiliar, comandou a equipe. Nesta quarta, mantém a mesma formação e os mesmos jogadores. "Não pode mudar o que está dando certo", explicou Muricy. "Arrumamos apenas alguns detalhes de marcação."

Com os mesmos 28 pontos que o Atlético Mineiro, o Palmeiras só perde a primeira colocação do Brasileirão no saldo de gols (13 a 12). Assim, se vencer ou até empatar com o Fluminense nesta quarta-feira, assume provisoriamente a liderança - o time mineiro só joga na quinta, contra o Flamengo, no Maracanã.

Para conquistar a vitória, Muricy aposta na força da torcida. E acredita que terá uma boa recepção. "Eu já tive um encontro bom (no último jogo), me trataram bem", recordou o técnico, que fez sucesso no rival São Paulo. "O apoio deles é muito importante. A torcida joga junto, pressiona."

Com toda sua experiência de tricampeão brasileiro, ele só pede uma coisa ao grupo: nada de se entusiasmar demais com a boa campanha no campeonato. "Conversei com os jogadores antes do treino. Eles têm de ficar contentes, mas não empolgados", disse Muricy.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroPalmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.