Divulgação
Divulgação

Na estreia de Ney Franco, Cruzeiro bate Vitória e deixa zona de rebaixamento

Time mineiro voltou a vencer pela Série B do Campeonato Brasileiro depois de cinco rodadas

Redação, O Estado de S.Paulo

12 de setembro de 2020 | 00h01

Após cinco rodadas, o Cruzeiro finalmente voltou a vencer pela Série B do Campeonato Brasileiro. Na estreia do técnico Ney Franco, o time mineiro recebeu o Vitória, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG), e bateu o adversário por 1 a 0, com gol de Régis. O time mineiro não vencia há seis rodadas.

Com o resultado, o Cruzeiro deixa a zona do rebaixamento e chega aos oito pontos, agora na 13ª colocação. Mesmo com os seis pontos que perdeu por punição da Fifa antes do início da Série B, o Cruzeiro não ficaria dentro do G-4, que começa com a Chapecoense, com 16 pontos. O Vitória, com 13 pontos, é o oitavo colocado e perdeu a oportunidade de entrar no G-4 nesta rodada.

Depois da vitória, Régis lembrou de Enderson Moreira, demitido em razão da sequência negativa. "A gente vinha trabalhando muito desde o período com o Enderson, que é um grande treinador. Infelizmente, os resultados não estavam vindo, mas ele faz parte dessa vitória hoje", disse o herói da partida.

O jogo começou com o Cruzeiro com uma postura bem diferente dos últimos jogos. O time mineiro pressionou o adversário nos primeiros 20 minutos, recuperando a segunda bola com marcação alta e finalizando com frequência contra o gol defendido por Ronaldo.

Aos poucos, o Vitória foi equilibrando as ações e o ímpeto cruzeirense desapareceu. O time baiano passou a responder nos contragolpes e levou o jogo para o intervalo em igualdade.

Na segunda etapa, o Cruzeiro voltou ainda mais ofensivo e o jogo ficou aberto. As entradas de Régis e Thiago melhoraram o time da casa que, aos 30 minutos, conseguiu abrir o placar. Arthur Caíke cruzou da direita e Régis apareceu livre para completar de cabeça para o fundo do gol.

Régis ainda teve mais uma grande chance de ampliar. Ele arrancou, passou por um adversário e chutou de fora da área, mas acertou a trave. A resposta do Vitória foi com Mateusinho, mas Fábio fez bela defesa e garantiu a vitória cruzeirense.

No sábado, dia 19 de setembro, o Cruzeiro encara o CSA no estádio Rei Pelé, em Maceió (AL), pela décima rodada. O Vitória vai enfrentar o Juventude no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS), na próxima segunda-feira, dia 14.

FICHA TÉCNICA:

CRUZEIRO 1 x 0 VITÓRIA

CRUZEIRO - Fábio; Raúl Cáceres (Rafael Luiz), Léo, Cacá e Matheus Pereira; Jean, Jadsom Silva (Régis) e Maurício (Felipe Machado); Airton, Marcelo Moreno (Thiago) e Arthur Caíke. Técnico: Ney Franco.

VITÓRIA - Ronaldo; Leandro Silva, Wallace Reis, João Victor e Thiago Carleto (Leocovick); Guilherme Rend, Fernando Neto (Dudu), Lucas Cândido e Gerson Magrão (Rodrigo Porto); Vico (Mateusinho) e Léo Ceará (Júnior Viçosa). Técnico: Bruno Pivetti.

GOL - Régis, aos 30 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Airton e Marcelo Moreno (Cruzeiro); Thiago Carleto e Gerson Magrão (Vitória).

ÁRBITRA - Edina Alves Batista (SP).

LOCAL - Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.