Na estréia de Pato no Beira-Rio, Inter faz 3 a 0 no Emelec

O Internacional não precisou forçar o ritmo para vencer o Emelec por 3 a 0 nesta quarta-feira, em Porto Alegre, pela Copa Libertadores da América. Os gols foram marcados por Perdigão, Índio e Alexandre Pato, que fez seu primeiro jogo no Beira-Rio. O time brasileiro continua em terceiro no Grupo 4, com três pontos, apenas um atrás do Nacional e do Vélez Sarsfield, que empataram por 1 a 1 em Buenos Aires. Os equatorianos continuam na lanterna, sem pontos. Nos primeiros 20 minutos, os colorados chegaram a ter algumas dificuldades e escaparam de levar dois gols: Perdigão afastou uma bola que estava entrando e Clemer defendeu uma conclusão certeira de Rivera. Mas o Internacional logo percebeu que a defesa do Emelec jogava em linha, passou a fazer lançamentos longos, em diagonal, às costas dos zagueiros, e encontrou o caminho da vitória. No primeiro gol, aos 26 minutos do primeiro tempo, a bola foi lançada para Hidalgo, que fez um cruzamento da linha de fundo. Um zagueiro afastou e Perdigão aproveitou o rebote para marcar. O garoto Alexandre Pato, atração da partida, participou dos outros dois gols. No segundo, aos dez minutos do segundo tempo, recebeu lançamento de Índio, passou por três adversários e devolveu a bola na cabeça do zagueiro, que não teve trabalho para marcar. E no terceiro, aos 21 minutos do segundo tempo, o jovem atacante também driblou três adversários e, da entrada da área, chutou a bola em curva, fora do alcance de Elizaga. Logo depois, Alexandre Pato foi substituído por Adriano Gabiru. Saiu de campo ouvindo seu nome gritado em coro pela torcida, na condição de ídolo precoce e grande esperança dos colorados na campanha pelo bicampeonato da América."Tive a felicidade de fazer o gol para essa torcida maravilhosa que merece?, disse Pato. ?Foi um início maravilhoso em casa. O time está de parabéns pela determinação e por ter feito tudo o que o técnico combinou com a gente?, acrescentou o zagueiro Índio, que já marcou nove gols com a camisa colorada.Já o treinador Abel Braga disse acreditar que o clube gaúcho poderia ter ganho com mais facilidade. ?A equipe foi guerreira, mas não foi brilhante. No início tivemos dificuldades, mas depois as qualidades individuais prevaleceram. O que voltou foi o espírito de Libertadores. Já estamos a um ponto dos líderes."Ficha técnica:Internacional 3 x 0 EmelecInternacional - Clemer; Ceará, Índio (Wilson), Rafael Santos e Hidalgo; Edinho, Perdigão, Alex (Maycon) e Fernandão; Alexandre Pato (Adriano Gabiru) e Iarley. Técnico: Abel Braga.Emelec - Elizaga; Corozo, Geovanny Caicedo (Rodriguez) e Marco Quiñónez; Carlos Quiñónez, José Luis Quiñónez, Jaime Caicedo, Rivera, Hernandez (Arroyo) e Estácio; Morales (Ladinez). Técnico: Carlos Torres.Gols - Perdigão, aos 26 minutos do 1.° tempo; Índio, aos 10, e Alexandre Pato, aos 21 minutos do 2º tempo. Árbitro - Rubén Selman (Chile). Cartões amarelos - Corozo, Carlos Quiñonez, Caicedo e Morales. Público e renda - não divulgados. Local - Estádio do Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.