Everton Oliveira/Estadão
Everton Oliveira/Estadão

Na fábrica, muito cuidado com as figurinhas da Copa do Mundo

Cromos saem de Barueri para toda América Latina. Colecionador ganhará álbum encartado na edição de domingo do Estadão

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

17 de março de 2018 | 07h02

O barulho das máquinas em operação não para. Dentro da fábrica, funcionários ocupam suas posições para que todas as engrenagens do processo se encaixem. Se de um lado estão aqueles que usam a máquina de corte, do outro estão os que participam do envelopamento. O objetivo é um só, prioridade máxima do momento: garantir os envelopes das figurinhas para o Álbum de figurinhas oficial da Copa do Mundo Fifa Rússia 2018.

+ VÍDEO - Conheça detalhes do álbum de figurinhas da Copa

É na fábrica da Panini em Barueri, na grande São Paulo, que os pacotes são envelopados e enviados para toda América Latina. O local recebeu investimento nos últimos anos para dar conta da alta demanda. Neste domingo, o leitor ganhará o álbum encartado na edição do Estado, seja para assinantes ou na venda avulsa, e poderá iniciar sua coleção junto com as 11 figurinhas que estarão também encartadas no jornal.

Em 2014, na Copa do Mundo realizada no Brasil, o álbum de figurinhas foi uma febre. E a expectativa é que seja a mesma coisa neste ano, quando a competição será realizada na Rússia. Só para se ter uma ideia, a última publicação teve a produção de 1,2 bilhão de envelopes no mundo e 57 milhões de álbuns. Por causa de um contrato de confidencialidade com a Fifa, a Panini está proibida de comentar das cifras envolvidas.

“É um produto que integra, se aprende muitas coisas dos países que participam da Copa e dos atletas que disputam, então estamos bastante animados. O Cafu é nosso garoto-propaganda, ele é uma pessoa maravilhosa, que tem orgulho de ter sido figurinha do album. A coleção é um produto legal e a gente aposta muito nela”, comentou José Eduardo Martins, presidente da Panini Brasil.

Na fábrica, o papel adesivo chega com 200 figurinhas em cada folha e vai para a área de corte até ganhar o envelopamento. Para evitar problemas que já ocorreram em 2014, a Panini terá segurança especializada para evitar roubos de carga. O pacote com cinco cromos custará R$ 2. “É um dos menores preços. Na Europa sai por ¤ 0,90 (R$ 3,63) e nos EUA, por US$ 1 (R$ 3,28)”, diz Martins.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.