Divulgação
Divulgação

Na festa de 103 anos do Corinthians, Marin evita falar sobre o calendário

Festividade é realizada na futura arena do clube alvinegro

Vítor Marques e Paulo Favero, Agência Estado

28 de setembro de 2013 | 23h13

SÃO PAULO - Futuro palco da abertura da Copa do Mundo de 2014, A Arena Corinthians recebe neste sábado a festa oficial dos 103 anos do clube alvinegro. Na confraternização, estão presentes personalidades ilustres e autoridades do futebol brasileiro, como o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), José Maria Marin. O mandatário, que foi embora antes do show da cantora Ivete Sangalo, evitou responder perguntas sobre o calendário de 2014, criticado pelo pouco de tempo de preparação que os times terão em janeiro.

Organizador da festa de comemoração dos 103 anos do clube, o ex-presidente Andrés Sánchez descartou a possibilidade de concorrer à presidência do Corinthians. "Não sou candidato a nada", resumiu o dirigente, que é apontado nos bastidores como o principal candidato à presidência da CBF.

O elenco corintiano não participou das festividades por conta da viagem para Campo Grande (MS), onde o time enfrenta a Portuguesa neste domingo, às 16h. Mesmo sem a presença dos jogadores e do técnico Tite, o atual presidente Mário Gobbi garantiu a permanência do treinador até dezembro deste ano.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.