Na Inglaterra, Beckham pode sair ou ir jogar na lateral

David Beckham, quem diria, já não é mais um jogador ?intocável? na seleção inglesa. O técnico Sven-Goran Eriksson já admite a possibilidade de mandar o astro, de 31 anos, para o banco de reservas. O garoto Aaron Lennon, de 19, entraria no time no jogo deste domingo, contra o Equador, em Stuttgart. ?Já tirei Beckham antes. Posso fazer de novo, se ele não estiver rendendo o que eu quero?, disse Eriksson.Beckham se irritou ao ser questionado nesta sexta-feira sobre o medo de perder a posição. ?Não estou sentado aqui para falar sobre minha performance. Isso cabe a vocês (jornalistas). Estou aqui como capitão da equipe, para dizer que estamos preparados e confiantes de que podemos ganhar a Copa do Mundo?, disse o astro.O meia garantiu que não se sente ameaçado. No atual elenco, ninguém tem mais jogos pela seleção inglesa do que ele: 92 (com 16 gols). Foi titular nas duas últimas Copas e é capitão da equipe desde 2001. Mas Eriksson garante que Beckham não tem lugar cativo no time. ?Ele não tem regalias por ser o capitão. É tratado do mesmo jeito que os outros, seja na mesa de jantar, no ônibus, no treino ou no jogo?, disse o treinador. ?Estou preparado para fazer o que for necessário?, emendou.O candidato ao posto de Beckham, o garoto Aaron Lennon, do Tottenham, tem lobby forte. Até alguns adversários, como o meia Chris Birchall, de Trinidad e Tobago, já disseram publicamente que a Inglaterra melhoraria com a entrada de Lennon e a saída de Beckham. ?Lennon é muito rápido. Poderia ser mais útil do que David, que já está com 31 (anos)?, disse Birchall. Em tempo: foi só após a entrada de Lennon que a Inglaterra conseguiu vencer Trinidad e Tobago, semana passada.Nessa partida, Eriksson recuou Beckham para a lateral-direita, colocando Lennon avançado, quase como um ponta. O treinador poderia repetir a manobra contra o Equador, já que o lateral titular, Gary Neville, está machucado. ?É uma possibilidade. David desempenha bem as funções defensivas.?Mudança na zagaEriksson ainda não definiu a equipe que enfrenta o Equador, e, além da ameaça de barrar o astro Beckham ou mandá-lo para a lateral, pode tirar o zagueiro Rio Ferdinand, que vem se queixando de dores na virilha. Se não puder jogar, Sol Campbell será o substituto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.