Andrew Couldridge / Reuters
Andrew Couldridge / Reuters

Na Inglaterra, Bournemouth e Huddersfield fazem aquisições mais caras da história

Nathan Ake e Aaron Mooy, são, respectivamente, as contratações dos pequenos clubes

Estadão Conteúdo

30 de junho de 2017 | 11h46

Dois dos menores clubes participantes da próxima edição do Campeonato Inglês, o Bournemouth e o Huddersfield mostraram nesta sexta-feira que podem ter ambições maiores do que as usuais na temporada 2017/2018 do futebol europeu ao quebrarem os respectivos valores recordes pagos em aquisições.

O defensor holandês Nathan Ake foi anunciado como o mais novo reforço do Bournemouth, tendo sido adquirido, segundo informações da imprensa inglesa, junto ao Chelsea por 20 milhões de libras (aproximadamente R$ 86 milhões). E nos últimos dias o clube já havia contratado o goleiro Asmir Begovic e o atacante Jermain Defoe.

O Bournemouth, que jogará a sua terceira temporada na elite inglesa, não havia investido mais de 1 milhão de libras (R$ 4,3 milhões) em um jogador antes de agosto de 2013. Agora, porém, fez um alto investimento em Ake, que disputou a primeira metade da última temporada pelo clube, com três gols marcados em 12 jogos, antes de retornar em janeiro ao Chelsea.

O Huddersfield, um dos clubes que conseguiu o acesso na última temporada, contratou o meio-campista Aaron Mooy junto ao Manchester City por 8 milhões de libras (R$ 34 milhões) após se destacar na sua passagem por empréstimo na última temporada pelo time. O valor final da transação poderá ser de 10 milhões de libras (R$ 43 milhões), de acordo com cláusulas de bônus do acordo entre os clubes.

Mooy, que disputou a Copa das Confederações pela seleção russa, foi titular na campanha do acesso do Huddersfield, tendo marcado quatro gols pelo clube, que vai jogar na elite da Inglaterra pela primeira vez em 45 anos.

E a sua compra superou a aquisição recorde do clube, que havia sido alcançada nas últimas semanas com os 3,5 milhões de liras (R$ 15 milhões) pagos ao Porto pelo atacante belga Laurent Depoitre.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolCampeonato Inglês

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.