Na Libertadores, Fluminense joga pelo empate na Colômbia

Técnico Renato Gaúcho quer segurar o Atlético Nacional para decidir a vaga no Maracanã

Bruno Lousada, O Estado de S. Paulo

29 de abril de 2008 | 19h50

Esquecer a eliminação no Campeonato Carioca para dar a volta por cima na Libertadores. Esta é a ordem no Fluminense para não dar mais um vexame na temporada. Diante de um rival que cresce nos jogos em casa, a equipe carioca considera o empate um bom resultado no jogo desta quarta-feira, às 21h50, contra o Atlético Nacional, em Medellín (Colômbia), pelas oitavas-de-final da competição continental. Veja também: Calendário e resultados Dono da melhor campanha na primeira fase da Libertadores, com 13 pontos em seis jogos, o Fluminense vai decidir a classificação para a próxima fase no Maracanã - será na semana que vem. Por isso, não quer se arriscar totalmente na partida desta quarta-feira, em Medellín. "Eles são espertos e jogam para frente. Precisamos estar atentos durante os 90 minutos", exigiu o técnico Renato Gaúcho.  Esta será a terceira vez na história que o Fluminense enfrentará o Atlético Nacional. No primeiro duelo, em 1953, o time carioca venceu por 3 a 0, no Torneio de Medellín. E o segundo encontro ocorreu em 1957, na Colômbia, num amistoso que terminou em empate por 1 a 1.  "Tenho certeza que a ausência do Fluminense na final do Carioca trouxe um amadure Nacional (COL)Ospina; Zúñiga, Mendoza, Moreno e Martínez; Amaya, Toro, Arrué e Córdoba; Muñoz e VillagraTécnico: Oscar QuintabaniFluminenseFernando Henrique; Gabriel, Thiago Silva, Luiz Alberto e Junior Cesar; Ygor, Arouca, Cícero, Conca e Thiago Neves; e WashingtonTécnico: Renato GaúchoÁrbitro: Martín Vázquez (URU)Estádio: Atanásio Girardot, Medellín (COL)Horário: 21h50cimento maior para a gente", analisou o atacante Washington, confiante numa boa atuação do grupo nesta quarta-feira. Com sete gols marcados na temporada, Cícero está em alta nas Laranjeiras. Ele se manteve entre os titulares, ao lado de Washington, apesar de o atacante Dodô já ter se recuperado de contusão. "Tenho provado que tenho potencial para ficar na equipe", disse o jogador. O zagueiro Thiago Silva lembrou que o Atlético Nacional mostrou algumas virtudes no jogo contra o São Paulo, na fase anterior da Libertadores. "Eles têm jogadores com boa velocidade e temos que ter atenção dentro de campo", alertou o jogador do Fluminense.

Tudo o que sabemos sobre:
FluminenseCopa Libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.