Na Lusa, Oliveira promete mais gols

Dos 12 gols que a Portuguesa marcou na Série B do Brasileiro, o atacante Oliveira anotou 2 deles. E espera aumentar essa marca sábado, contra o São Raimundo, em Manaus. O jogador tem um motivo especial para querer subir na artilharia. Completou hoje 24 anos de idade, e espera que a comemoração continue dentro de campo. "Estou muito feliz. Espero que a festa seja sábado. Quero comemorar com gols e com mais uma vitória", disse o atacante, que recebeu uma bela homenagem dos colegas: um ?banho? de ovos e farinha. "Não sabia que eles iam fazer isso. Foi uma surpresa para mim." Se Oliveira era só comemoração, o mesmo não se pode dizer de Celsinho. O jogador, que sofreu uma torção no joelho esquerdo no treino de terça-feira, está mesmo fora do jogo deste sábado. Acredita-se que a contusão não é grave, mas apenas um exame detalhado que será realizado amanhã pela manhã mostrará quanto tempo o atleta ficará fora do time. Sem Fabrício, suspenso, e sem Celsinho, o técnico Giba optou por escalar Wilton Goiano como segundo atacante. A outra opção seria colocar Márcio Silva no ataque, mas foi logo descartada pelo técnico. "Ele é um jogador novo, que vai ser utilizado no segundo tempo. Com o Wilton (Goiano) no time, a marcação será mais forte, e o Cléber vai ter mais liberdade no meio", afirmou o treinador, que sabe da importância de Cléber para o time. "A bola sempre passa por ele. Com mais liberdade para armar, o time vai ganhar muito". Cléber é o artilheiro da Lusa no campeonato com 3 gols, e recentemente foi chamado pelo diretor de futebol do time, Fernando Gomes, como o "Ricardinho do Canindé".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.