Sirli Freitas/Chapecoense
Sirli Freitas/Chapecoense

Na luta para deixar zona do rebaixamento, Chapecoense enfrenta o Ceará

Treinador vai repetir a mesma escalação que derrotou Atlético-PR e Internacional, ambos por 2 a 1

Estadão Conteúdo

30 de setembro de 2018 | 07h06

Sem fazer suspense, Guto Ferreira encerrou a preparação da Chapecoense para enfrentar o Ceará, domingo no Castelão, em duelo direto contra o rebaixamento, com o time titular em mãos. O treinador vai repetir a mesma escalação que derrotou Atlético-PR e Internacional. Em ambos os casos por 2 a 1.

Sendo assim, o zagueiro Rafael Thyere e o atacante Doffo retornam entre os 11 titulares. O primeiro assume a vaga de Douglas, expulso na última rodada, enquanto o argentino fica na posição de Wesley Natã, que de novo vai ficar como opção no banco de reservas. A derrota em casa, por 2 a 1, para o Fluminense foi a primeira diante da torcida.

Para conquistar a vitória e possivelmente deixar a zona de rebaixamento, a Chapecoense terá que quebrar uma sequência de resultados ruins fora de casa. O time catarinense fez 13 jogos como visitantes, com cinco empates e oito derrotas. Por isso, aparece na degola, com 28 pontos.

"Precisamos melhorar fora de casa. Estamos trabalhando para isso. O que tem feito a diferença no Campeonato Brasileiro é atitude. As equipes que entram com muita vontade e muita coragem geralmente têm conseguido o resultado", disse Guto Ferreira.

Mas ele já avisou seus jogadores que antes de pensar nos resultados e desempenho dos concorrentes é preciso pensar no próprio rendimento. "Não adianta nada nossos concorrentes perderem se a gente não ganhar. Temos que focar no nosso desempenho", completou.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.