Jorge Adorno/Reuters
Jorge Adorno/Reuters

Na mira do São Paulo, Osorio definirá seu futuro até quarta-feira

Atlético Nacional dá prazo para treinador decidir se fica

Estadão Conteúdo

26 de maio de 2015 | 11h17

O Atlético Nacional deu prazo até quarta-feira para que o técnico Juan Carlos Osorio decida se continua no comando da equipe. Segundo o jornal "El Colombiano", o clube definiu um limite para receber a resposta do treinador e a partir dela, traçar o planejamento para o segundo semestre da temporada, já que neste mês o time amargou duas eliminações em duas semanas, ao cair tanto na Copa Libertadores como no Campeonato Colombiano.

De acordo o jornal, os dirigentes do time de Medellín estão empenhados em segurar o técnico e oferecer uma proposta vantajosa para que continue no comando. Apesar disso, Osorio já disse se sentir honrado com o interesse do São Paulo e pesa para possível vinda ao Brasil o desgaste no clube. O técnico está há três anos no cargo e tem sofrido críticas pela falta de definição de um time titular.

"Apenas nos reunimos com o técnico, que vai nos passar informações sobre o rendimento da equipe neste semestre e vamos ter qual caminho podemos seguir. Sem ele, vamos ter que tocar o quanto antes o futuro do Nacional na segunda metade do ano", disse o diretor esportivo do clube, Victor Marulanda.

A imprensa colombiana já especula possíveis substitutos para Osorio, como Reinaldo Rueda, técnico da seleção equatoriana, Francisco Maturna, ex-treinador da Colômbia, e Matías Almeyda, ex-River Plate.

Osorio é a prioridade no São Paulo. O clube também conversou com o português José Peseiro, ex-Braga e Sporting, porém a diretoria considera o colombiano uma opção mais viável. O técnico do Atlético Nacional começou a chamar a atenção da equipe paulista na semifinal da Copa Sul-Americana no ano passado, quando desclassificou o time então dirigido por Muricy Ramalho em pleno Morumbi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.