Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Na reabertura do Maracanã, Flamengo e Corinthians empatam por 2 a 2

Resultado deixa Rubro-Negro distante da liderança no Brasileirão

Paulo Favero, O Estado de S. Paulo

23 Outubro 2016 | 19h11

Mais famoso estádio brasileiro, o Maracanã voltou a receber uma partida após ser usado nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos em grande estilo. Com as arquibancadas cheias e quatro gols, Flamengo e Corinthians empataram por 2 a 2 em resultado que deixou o time carioca um pouco mais distante do líder Palmeiras no Campeonato Brasileiro, a seis pontos da primeira posição.

A partida teve confusão antes do apito inicial, com corintianos brigando com flamenguistas e policiais militares no setor de visitantes do estádio. Quando a bola rolou, o time da casa buscou o jogo, mas logo o Corinthians achou seu gol. Aos 5, Guilherme chutou da entrada da área, no canto, sem chance para o goleiro Muralha.

via GIPHY

Se a tensão do duelo já era grande, após o gol dos visitantes ela aumentou. Ao ponto de Willian Arão empurrar Rodriguinho e o árbitro Anderson Daronco no mesmo lance - a arbitragem nada fez. As entradas também eram duras e a todo momento os jogadores discutiam.

Guerrero, ex-jogador do Corinthians, era a esperança do Flamengo no ataque. Ele já tinha feito um gol, em impedimento, e o auxiliar anotou. Mas depois, em uma cobrança de falta de Diego, o peruano marcou o gol, novamente em impedimento, mas desta vez a arbitragem validou o lance.

Com o jogo truncado, a torcida rubro-negra tentava empurrar o time, que sofria com os contra-ataques do Corinthians. E em um deles, antes do intervalo, Rodriguinho iniciou a jogada no meio, tocou para Romero, que cruzou com precisão. Guilherme, com inteligência, deixou a bola passar e Rodriguinho, que havia acompanhado a jogada, marcou um golaço.

Para reverter o resultado em casa, o técnico Zé Ricardo colocou Fernandinho e tentou dar mais força ao time pelo lado esquerdo do ataque. O jogador teve uma boa chance, exigindo elasticidade de Walter, e não demorou para o Flamengo empatar novamente, mais uma vez com Guerrero, que marcou no rebote de Walter.

O confronto estava equilibrado até Guilherme ser expulso com justiça - ele já tinha amarelo e atrapalhou uma cobrança de falta do Flamengo ao colocar o pé na frente da bola. A partir daí, foi praticamente defesa contra ataque. Mas o Corinthians soube se defender e suportou a pressão para arrancar um ponto no Rio.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 2 x 2 CORINTHIANS

FLAMENGO - Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge (Chiquinho); Márcio Araújo, Willian Arão (Leandro Damião), Emerson, Diego e Mancuello (Fernandinho); Paolo Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

CORINTHIANS - Walter; Fagner, Vilson, Balbuena e Uendel; Willians, Marquinhos Gabriel (Marlone), Giovanni Augusto (Camacho), Rodriguinho e Romero (Lucca); Guilherme. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

GOLS - Guilherme, aos 5, Guerrero, aos 14, e Rodriguinho, aos 45 minutos do 1º tempo; Guerrero, aos 13 minutos do 2º tempo.

JUIZ - Anderson Daronco (RS).

CARTÕES AMARELOS - Emerson, Réver, Giovanni Augusto, Guilherme (3º), Rodriguinho e Walter.

CARTÃO VERMELHO - Guilherme.

PÚBLICO - 54.250 pagantes.

RENDA - R$ 3.203.207,50.

LOCAL - Maracanã, no Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.