Na reta final do Brasileirão, Flamengo enfrenta a Ponte Preta no Mané Garrincha

O Flamengo enfrenta a Ponte Preta neste domingo no estádio Mané Garrincha, em Brasília, às 18 horas, pela 36.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Sem grandes pretensões na competição, o time rubro-negro carioca, que ocupa a 11ª posição com 48 pontos, busca se motivar para encerrar o ano em alto nível.

Estadão Conteúdo

22 de novembro de 2015 | 07h25

Com 50 pontos, na 9ª colocação, a Ponte Preta vive uma situação semelhante à do clube carioca. Está a seis pontos do São Paulo, primeiro time do G4, mas vê a missão de se classificar para a Libertadores como muito difícil.

Para a equipe da Gávea, matematicamente ainda existe a possibilidade de se classificar para a Libertadores. A oito pontos do São Paulo e com mais três partidas no campeonato, numericamente seria possível atingir a meta, embora as probabilidades de isso acontecer sejam quase nulas. Ainda assim, o lema no clube é honrar a camisa até o fim. "Temos que honrar o Flamengo, mesmo que as chances sejam remotas. Temos que jogar as últimas partidas como se fossem finais", afirmou o atacante Emerson.

Na primeira partida entre as equipes no primeiro turno, no Moisés Lucarelli, em Campinas, os paulistas venceram por 1 a 0, em um momento em que o rubro-negro chegou à sua nona derrota consecutiva no campeonato. Neste domingo, a fase é outra e a motivação é terminar bem a temporada. "Queremos terminar a temporada com a melhor pontuação possível e para isso será importante vencer os três jogos restantes. Mostramos contra o Santos que temos condições de enfrentar qualquer adversário de igual para igual e por isso mesmo é importante ganhar as partidas que nos faltam", disse o goleiro Paulo Victor.

O técnico Oswaldo de Oliveira não poderá contar com o lateral-esquerdo Jorge, que foi expulso aos 47 minutos do segundo tempo na última rodada. Armero deve substituí-lo. O lateral Pará também não está confirmado para partida, após sentir dores na coxa direita durante o último jogo. A tendência é que Ayrton entre em seu lugar.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.