Ricardo Saibun/Divulgação
Ricardo Saibun/Divulgação

Na última rodada, Santos ainda faz as contas

Time de Muricy tem de vencer o Penapolense e contar com tropeços dos rivais para garantir o segundo lugar

Sanches Filho, O Estado de S. Paulo

21 de abril de 2013 | 08h00

SANTOS - O Santos chega à última rodada da fase de classificação do Campeonato Paulista ainda fazendo contas. Quarto colocado com 36 pontos, o tricampeão depende da vitória contra o Penapolense, neste domingo às 16h, na Vila Belmiro, e de uma combinação de resultados para ter possibilidade de assumir o segundo lugar. A derrota santista seria um desastre porque o time ainda corre o risco de ser ultrapassado pelo Palmeiras e de sair do G-4, deixando de ser mandante nas quartas de finais, no próximo domingo.

Muricy Ramalho vai manter Galhardo na lateral-direita e escolheu Alan Santos para ser o primeiro volante, em substituição a Renê Júnior, que cumprirá suspensão pelo terceiro amarelo. Edu Dracena, com tendinite no joelho direito, está quase fora, e se ele for vetado, Neto voltará a formar a dupla de zaga com Durval. "Não podemos nos descuidar porque o Penapolense depende do resultado do jogo para ficar entre os oito colocados", alertou o treinador.

No momento em que começava a se firmar como novo parceiro de ataque de Neymar, Patito Rodriguez volta a ficar fora porque viajou à Argentina para acompanhar o funeral da avó, falecida na quarta-feira. Ele recebeu a notícia nos vestiários, após a vitória contra o Flamengo-PI, e foi liberado por Muricy. "Mesmo que Patito retorne da Argentina a tempo não vai jogar porque ficou abalado com o que aconteceu", disse o treinador.

Com a ausência de Patito, Giva recupera o lugar do time, depois de ter ficado no banco no jogo contra o Flamengo-PI.

Adversário

O tropeço contra o rebaixado São Caetano, no empate (1 a 1) em casa, obriga o Penapolense a vencer o Santos, se quiser garantir a vaga às quartas de final do Paulistão e também na Série D do Brasileiro, sem depender de outro resultado.

SANTOS - Rafael, Galhardo, Neto, Durval, Léo, Alan Santos, Arouca, Cícero, Montillo, Giva, Neymar. Técnico: Muricy Ramalho

PENAPOLENSE - Marcelo, Luís Felipe, Jailton, Gualberto, Rodrigo Biro, Heleno, Liel, Fernando, Guaru, Silvinho, Megrão. Técnico: Pintado

ÁRBITRO - Luis Flávio de Oliveira

LOCAL - Vila Belmiro

HORÁRIO - 16h

Tudo o que sabemos sobre:
futebolcampeonato paulistasantos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.